Beco na ” morada” vira retrete

3/08/2012 02:45 - Modificado em 3/08/2012 04:16
| Comentários fechados em Beco na ” morada” vira retrete

Aquela que seria uma viela a ser utilizada pelas pessoas que residem nas imediações da rua Dr. Vicente Rendall Leite, em Chã D´ Cricket foi transformada numa retrete pública. Outrora os moradores percorriam esse beco para chegarem a essa rua, mas com a situação actual tiveram que mudar o seu itinerário. Porque alguns indivíduos estão a fazer as suas necessidades fisiológicas e a colocar lixo nesse local.

Os cidadãos que residem nas traseiras da rua Dr. Vicente Rendall Leite perderam o seu sossego, porque aquele que seria um beco para facilitar o acesso das pessoas a essa rua foi transformado numa retrete pública. O local passa despercebido para quem não conhece aquela área, mas para os residentes o beco encurtava o caminho e reduzia o tempo que se faz para percorrer todas as residências que ladeiam a zona.

Os moradores faziam o seu trajecto por essa viela que era considerada por muitos como a porta de entrada e saída das suas residências. Mas com o passar dos tempos a história mudou de figura e a celeridade no percurso foi trocada pelo cheiro nauseabundo que paira no beco. Se por um lado depositam lixo nesse espaço, a verdade é que alguns indivíduos transformaram-no numa casa de banho ao ar livre.

Segundo uma moradora “quem vive nesta área está descontente com a atitude daqueles que transformaram o beco numa retrete. A situação retirou-nos o sossego porque temos que ter portas e janelas fechadas para fugirmos do cheiro nauseabundo e dos mosquitos.

Os residentes dizem que estão descontentes com a situação visto que há sujeitos de outras zonas a invadir-lhes o seu espaço de residência para fazer necessidades fisiológicas e que passados alguns dias fazem pairar um cheiro nauseabundo nessa área.

De modo que bradam aos céus para que as autoridades possam pôr um fim a essa situação uma vez que já perderam a paciência com os transgressores.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.