São Nicolau: Produtores de grogue satisfeitos com o novo decreto-lei e prometem melhorar o processo de produção

3/06/2015 08:00 - Modificado em 3/06/2015 08:00
| Comentários fechados em São Nicolau: Produtores de grogue satisfeitos com o novo decreto-lei e prometem melhorar o processo de produção

grogueOs produtores da ilha de São Nicolau estão satisfeitos com a nova lei de valorização do grogue e prometem melhorar ainda mais o processo de produção.

João Damasceno Santos, produtor de aguardente na ilha de São Nicolau acredita que os produtores não têm tido grandes problemas no fabrico do produto, tendo sempre em mente a preocupação e os cuidados a ter em conta.

Embora não tenham registado problemas, os produtores de aguardente da ilha de São Nicolau dizem que já tentam por si melhorar o processo de produção, nomeadamente, não utilizando materiais como o cobre que é prejudicial à saúde e terem melhor preocupação com a higiene.

Apesar da satisfação, os produtores pedem melhores esclarecimentos por parte da autoridade reguladora.

Os mesmos defendem que o período para o início da implementação do regulamento é bastante curto tendo em conta as dificuldades dos produtores, pois são necessários maiores investimentos em termos de equipamentos nas unidades de produção.

Durante um encontro realizado na tarde desta terça-feira, os produtores da ilha de São Nicolau passaram a conhecer as novas normas de produção e comercialização do grogue.

O encontro teve lugar na Ribeira Brava e contou com a presença da Agência de Supervisão e Regulação dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE), Direcção-Geral das Contribuições e Impostos (DGCI), Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) e Instituto da Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI) no sentido de sensibilizarem os produtores sobre a nova lei de valorização do grogue.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.