Eleições no Mindelense: “Contch” ataca de novo

27/05/2015 08:00 - Modificado em 27/05/2015 08:00
| Comentários fechados em Eleições no Mindelense: “Contch” ataca de novo

CS MindelenseO candidato à presidência do Clube Sportivo Mindelense, António Conceição, “Contch”, garante que estão criadas as condições mínimas para a realização das eleições para o novo corpo directivo do Clube e também quer repor a verdade sobre as mentiras que têm sido veiculadas a seu respeito.

Depois de terem sido anuladas as eleições para a presidência do Clube Mindelense no mês de Outubro da ano transacto, “Contch” garante que, neste momento, estão criadas as condições mínimas para que as eleições de 15 de Agosto decorram na normalidade e com transparência, porque segundo o mesmo, nas eleições anteriores, que foram adiadas para o final da época, “foram feitas fraudes eleitorais e não foi possível concluir o acto, uma vez que o Presidente da mesa da Assembleia Geral do Clube anulou o acto”.

Ainda inconformado com o acontecido, “Contch” assegura que este não podia ter anulado o acto porque primeiramente deveria acontecer uma reunião em plena assembleia para, mais tarde, declarar a sessão encerrada e marcar outra data. “Foi feito arbitrariamente de maneira que os sócios não ficaram contentes e também os candidatos que estavam disponibilizados na altura”, afirma.

Devido ao acontecido, a nossa fonte assegura que foi feita uma grande pressão junto da Assembleia do Clube e conseguiram realizar uma Assembleia extraordinária há cerca de um mês, onde foi formada uma comissão provisória para gerir as eleições até ao dia 15 de Agosto, “de forma a haver normalidade” e não haver tentativas de fraude como alega ter acontecido anteriormente.

Esta comissão tem como objectivo “evitar que haja procurações falsas, perdoar as dívidas das cotas dos sócios e deixar que estes paguem apenas quatro meses, de Maio a Agosto deste ano para que possam ter o direito de voto. “Porque vão votar apenas pessoas com cotas em dia, mais ninguém, caso não estiverem com as cotas em dia”.

Segundo “Contch”, o Presidente da mesa da Assembleia do Clube continua sem se pronunciar no que diz respeito às reivindicações de 61 sócios com cotas em dia no Mindelense e que fizeram a assembleia extraordinária no dia 11 de Maio.

“Tivemos o parecer do Procurador da República e de outras personalidades ligadas à lei que acharam que deveríamos fazer esta Assembleia. Estamos com o acto eleitoral praticamente concluído em termos de decisão da comissão que é formada por dois juristas e três engenheiros”, explica “Contch”.

Ainda em relação ao escrutínio eleitoral marcado para o dia 15 de Agosto, o candidato diz que pretende falar a “verdade das mentiras” que têm vindo a circular sobre a sua pessoa e garante mostrar aos mindelenses o que verdadeiramente tem vindo a passar-se dentro do Clube e não só agora, mas também quando for eleito “com a minha equipa, visto estarmos a trabalhar desde 1998 para mudar o Mindelense”.

Este candidato alega que tem sido alvo de ataques pessoais, familiares e até laborais, mas garante estar tranquilo. “O meu discurso vai continuar a ser elevado, não falando da família de ninguém, não penalizando e não atacando ninguém, mas vamos pedir as contas e vamos questioná-las”.

“Estou com a minha equipa no terreno para desmistificar tudo aquilo que têm dito sobre mim. Para eles, sou um alvo a abater”, mas afiança que não vão conseguir porque “terei cada vez mais força para ir até ao fim com a minha candidatura, porque sou o homem certo no momento certo para fazer a mudança no Clube Sportivo Mindelense”.

Questionado sobre outros candidatos, o mesmo avança que mesmo que haja outros candidatos, estes terão o nosso apoio porque o Mindelense, nas suas palavras, é um Clube democrático e “espero uma eleição com uma, duas e três listas e as pessoas vão votar naquele que acham que tem melhores projectos e que merece a sua confiança”.

A nossa fonte garante que o Clube está à beira da dissolução, “porque temos despesas cinco vezes superiores às nossas receitas, o que tem vindo a criar um enorme fosso financeiro”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.