“Engenhando ventos colhendo tempestades”

26/05/2015 08:13 - Modificado em 26/05/2015 09:55
| Comentários fechados em “Engenhando ventos colhendo tempestades”

nuvensO Filme intitulado, “Engenhando ventos colhendo tempestades”, é uma das produções cénicas marcantes cabo-verdianas dos últimos tempos, acompanhada pelo realizador João Paradela, desde os primeiros ensaios de mesa onde foi forjada e definida a tradução da peça original para o crioulo, até ao dia da estreia. É um filme que tenta captar a alma da crioulização cénica, dando voz aos protagonistas e à imagem.

O  filme “Tempestad”, é uma adaptação crioula da obra de William  Shakespeare, “A Tempestade”. Esta obra sofreu um processo de montagem e transformou-se numa história cabo-verdiana.

João Branco, um dos elementos da produção do documentário, salientou que “para a adaptação do filme foi necessário definir o nosso contexto histórico e a posição geográfica. Neste caso, a nossa história acontece em Santo Antão na altura da guerra mundial. Procurámos uma realidade vivida na época e tentámos aproximá-la à realidade cabo-verdiana”.

Há mais de oito anos que o Centro Cultural Português apresenta um ciclo de documentários, onde se destacam a originalidade dos temas retratados da sociedade cabo-verdiana e da criação cultural.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.