Pablo Iglesias: “O princípio do fim do bipartidarismo”

25/05/2015 08:44 - Modificado em 25/05/2015 08:44
| Comentários fechados em Pablo Iglesias: “O princípio do fim do bipartidarismo”

pablo inglesiasO secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias, considerou que os resultados das eleições municipais e autonómicas que decorreram este domingo em Espanha “representam o início do fim do bipartidarismo” no país. “Esta é uma noite mágica, uma noite histórica em que os resultados apontam para uma mudança em Espanha.

Temos muito orgulho e muita honra em ter sido a alavanca desse ‘cambio’ [mudança] “, disse Pablo Iglesias, numa primeira reação aos resultados das eleições. Com a quase totalidade dos votos das municipais escrutinados (as autonómicas são da responsabilidade de cada governo regional), o PP é o partido mais votado, seguido dos socialistas do PSOE, mas ambos perdendo muitos votos face à votação de 2011, em especial para os emergentes Podemos e Ciudadanos. Com poucos votos por contar em Madrid, a candidata apoiada pelo Podemos, Manuela Carmena, estava a 30 mil votos de Esperanza Aguirre, a candidata do PP, partido que domina a capital espanhola desde há 24 anos. “Tal como em muitos outros processos, esta mudança produz-se primeiro nas grandes cidades”, disse Iglesias, antes de referir que “esta noite representa o princípio do fim do bipartidarismo” do PP e do PSOE. Os dois maiores partidos, avaliou Pablo Iglesias, “obtiveram um dos piores resultados da sua história”. “Obviamente, queríamos que o desgaste dos partidos velhos tivesse sido mais rápido, mas assumimos com muito gosto o desafio de ganhar as eleições gerais ao Partido Popular”, afirmou o líder do Podemos, numa declaração aos jornalistas sem direito a perguntas.

As eleições gerais (legislativas) em Espanha decorrerão no final do ano, numa data ainda por anunciar por parte do Governo de Mariano Rajoy (PP).

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.