“Sara Lopes é a primeira culpada”, afirmam os familiares das vítimas do naufrágio

15/05/2015 00:31 - Modificado em 15/05/2015 00:31

luto tuninhaEm entrevista ao NN, Cirilo Cidário, porta-voz dos familiares das vítimas do navio Vicente, considera que a Ministra Sara Lopes é a principal culpada do acidente que vitimou várias famílias.

Os familiares das vítimas do grave acidente marítimo acontecido no passado mês de Janeiro no Porto do Vale dos Cavaleiros, ilha do Fogo, dizem-se entristecidos com as declarações da Ministra Sara Lopes.

Dada a situação como tudo aconteceu, os familiares não têm dúvidas que os responsáveis pelo naufrágio devem ser penalizados e que a primeira responsável é a Ministra das Infra-estruturas Marítimas, Sara Lopes.

Segundo o porta-voz, os familiares esperavam uma outra atitude por parte do Governo que deveria assumir as suas responsabilidades no sentido de dar um ânimo aos familiares das vítimas. “As palavras da Ministra deixaram-nos tristes ao tentar diluir as responsabilidades quando sabemos que o Governo na pessoa dos seus funcionários, é o principal culpado de tudo o que aconteceu com as vítimas”.

Cirilo Cidário entende que foi a Agência Marítima Portuária quem autorizou um comandante estrangeiro a comandar o navio quando a lei não o permite. “Autorizaram o funcionamento do navio quando este não reunia todas as condições. Foram os funcionários da AMP que foram à Croácia inspeccionar o navio que se encontrava na sucata”, esclarece.

O mesmo considera que as pessoas que se encontram em certos cargos não estão habilitadas para essas funções ou talvez não fazem o que deve ser feito, a troco de algo. Portanto, “cada profissional deve pagar pelos seus erros que cometeu sendo este por negligência ou por distracção”.

Incrédulo no cumprimento das responsabilidades por parte das instituições cabo-verdianas, o porta-voz diz que a Ministra afirmou publicamente que vão assumir, quando sabe que isso não irá acontecer.

Tendo em conta a publicação do relatório, os familiares apelam ao Capitão dos Portos de Sotavento para que venha a público desmentir o relatório uma vez que já havia desmentido as declarações de um dos tripulantes sobreviventes do naufrágio.

O mesmo considera que existem muitos funcionários colocados em determinados lugares cuja competência está muito aquém daquilo que é exigido.

Uma das perguntas que os familiares gostariam que fosse respondida pela AMP seria “quando é que a Agência vai parar de violar a lei, quando a lei diz claramente que não se pode”.

Para os familiares, justiça deve ser feita de modo a responsabilizar os culpados pelo trágico acidente que vitimou várias famílias.

  1. LILI

    O que me entristece é que a ministra e os camaradas insistem em colocar a culpa no MPD. Sinceramente, o PAICV tem 15 anos no governo e é inadmíssivel que continuam com essa postura. É sinal que o povo deve dar uma resposta nas eleições de 2016 pois isto é uma afronta.

  2. JN

    Fruto da atribuição de carlos políticos e compadrio sem competência que faz escola no território nacional. QUANDO É QUE ISTO VAI ACABAR?

  3. Demo

    Em condições normais de funcionamento da democracia, é assim, a Ministra demitir-se-ia logo que o relatório fosse concluído e com aquelas conclusões.

    Vejam quando uma ponte caiu em Portugal em que morreram mais de 60 pessoas que viajavam no autocarro, o que aconteceu? O Ministro demitiu-se logo, apesar de todo o peso político que tinha no partido e no governo.

    Temos de assumir que o setor falhou!

  4. Djonsa

    Ainda me lembro. Tinha caído uma ponte em Portugal e se memória não me atraiçoa houve duas vitimas. O ministro da área de então, Jorge Coelho demitiu de imediato. Recordo de uma jornalista lhe ter indagado se não havia responsáveis pela elaboração da ponte a quem deveriam ser responsabilizados e lá respondeu o homem mas eu sou o primeiro responsável.

    Bom isso é na Europa e nós que temos fama de copiar tudo de Portugal dessa não porque estamos muito agarrados ao poder.

  5. A voz solidária

    Boa! Todos os infractores (grandes e pequenos) têm q ser justiçados. Eles ñ têm a mínima noção de quão grande é sofrimento q este caso nos tem causado a todos, mesmo os q ñ tiveram nenhum parente/familiar naquele malfadado barco mas q têm o sentimento de solidariedade nacional. 😉 Ninguém neste país está acima da lei. Ninguém!!!! Sendo assim, nem 1 pode escapar à justiça! Lutem com fé! Coragem!!! Deus é grande! Estamos juntos nesta árdua e muito sofrida caminhada, hasta la vitória final!

  6. soncente

    Pelo que podemos apurar os acidentes ocorridos em cabo verde não foram provocados por causa da idade dos navios mas sim por falhas humanas. No caso do navio vicente e segundo os próprios relatos dos sobreviventes principalmente o 2º oficial, Sr Domingos, o navio sai do porto da praia já com uma inclinação devido a excesso e ma distribuição das cargas tenso chamado atenção do capitão sobre o risco que isso poderia causar, so que o mar no fogo estava agitado com ondas de 5 á 6 metros de altura que por qualquer inclinação que fosse seria fatal o que acabou por acontecer. Por outro lado o próprio agente disse que telefonou a companhia alertando para o excesso de cargas que o navio pretendia levar e aceitaram como se fosse normal. Do meu intender acho que a ministra não tem culpa mas sim a companhia de navegação, o capitão e a policia marítima ou capitania que deveria estar la no momento de saída do navio para não deixa-lo sair nas condições em que se encontrava , principalmente por se tratar dum navio de passageiros

  7. Azar

    Não admissível, num país pobre como Cabo Verde, em 6 anos, 8 navios se afundam e o responsável político fica impune. Isto só em CV. Vejam o que o Jorge Coelho fez, quando caiu a ponte em Ponte de Lima!

    Se os navios se afundam um atras do outro, é coisas do azar?

  8. Silvério Marques

    O DEMOA E O DJONSA já disseram tudo e bem. Se o Ministro e o Governo assumem tudo que é bem feito e inauguram com pompa, qualquer é a razão porque não assumem quando algo falha. Quem escolheu os técnicos que falharam ? Nesta hierarquia, o primeiro responsável a receber os louros nos êxitos tem de ser o primeiro também a se responsabilizar nos fracassos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.