Rosalina Assanali: “Acordo com música, só conduzo com música, não faço sexo sem música”

14/05/2015 11:45 - Modificado em 14/05/2015 11:45
| Comentários fechados em Rosalina Assanali: “Acordo com música, só conduzo com música, não faço sexo sem música”

Rosalina Assanali é cantora e nasceu em Portugal, mas cresceu no Mindelo desde os 3 anos. Idade em que começou o seu interesse pela música. Desde então, a melodia é a sua vida. Porém, trilhou caminhos difíceis porque conheceu o mundo da droga, mas Rosalina considera-se uma lutadora e espera que a sua história sirva de inspiração e exemplo.

De pequena cantora a mulher artista e guerreira, este é o refrão da vida de Rosalina Assanali. A paixão pela música “surgiu por volta dos meus 3 anos, altura em que fazia espectáculos em casa cantando de trás para a frente todas as músicas das novelas”, mas pisa a primeira vez um palco aos 6 anos no concurso “Festival dos Pequenos Cantores”. Desde então, Rosalina começou o seu percurso na música como vocalista. Aos 20 anos mudou-se para a ilha do Sal onde foi animadora turística o que lhe proporcionou a oportunidade de estar em constante contacto com o palco e cantar para turistas de todas as nacionalidades. Em 2011 venceu o concurso Vozes da Diáspora em Portugal que teve uma repercussão excelente para a cantora, refere o site Blitz.

Todavia, Rosalina conta e com orgulho, que trilhou “caminhos muito difíceis, perdi muitos amigos que não tiveram a mesma sorte que eu, infelizmente. E hoje, conto a minha história sem vergonha, com esperança de que venha a servir de inspiração a alguém que caminhe pelo mundo das drogas, porque é possível regressar à vida depois das drogas”. Assim, Rosalina define-se uma mulher sobrevivente e lutadora que agarrou a música para ser feliz. Mas afirma “que os obstáculos superados foram muitos, imensos. Tanto a nível pessoal, como na música. Outros ainda estão a ser superados e outros ainda, de que nem tenho consciência, terei de superar. A cada dia surge um novo, mas 2 horas no palco equivalem a várias sessões de terapia e é sempre compensador.
“Acordo com música, tomo banho com música, só arrumo a casa com música, só conduzo com música, não faço sexo sem música. Eu acho que a música é a minha sombra” assim define Rosalina o significado da música na sua vida e considera que se tornou numa artista enérgica em palco, com um nível considerável. Na busca de manter a chama da paixão acesa, Rosalina já tem músicas gravadas: Miss perfumod, Moda Bo, Venegro e Faroeste e está a trabalhar no projecto da gravação de um single, no qual a artista espera que o feedback do público seja bom. Até concluir a gravação “componho, vou cantando e cozinhando a fogo bem brando o trabalho que será fruto de todas essas passagens e experiências, enquanto vou cantando Cabo Verde por onde passo”. Inclusive, faz parte de um grupo, “Bomba K Doce” que nasceu da união de amigos, como uma brincadeira e “que atingiu proporções que nenhum de nós esperava o que foi bastante positivo.”

Bomba K Doce Rosalina Rosalina1 Rosalina2 Rosalina3 Rosalina4 Rosalina5 Rosalina6 Rosalina7

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.