Iniciaram as obras de expansão da rede de distribuição de água

5/05/2015 08:01 - Modificado em 5/05/2015 08:01
| Comentários fechados em Iniciaram as obras de expansão da rede de distribuição de água

águaIniciaram, nesta segunda-feira, quatro de Maio, as obras de expansão da rede de distribuição de água nas zonas de Ribeira de Julião, Ribeirinha e Ribeira de Craquinha.

As zonas de Ribeira de Julião, Ribeirinha e Ribeira de Craquinha passarão a ter melhor acesso à água, uma vez que iniciaram as obras de extensão da rede de distribuição de água no âmbito do projecto de Fundo de Água e Saneamento (FASA) e Fundo de Acesso Social (FAS), fundo de acesso social do segundo compacto do Millennium Challenge Account.

O acesso à água tem sido um dos maiores problemas para os moradores de diferentes zonas da ilha de São Vicente. Em conversa com os moradores da zona da Ribeira de Craquinha constatámos satisfação no seio  dos mesmos.

Sandra Almeida de 42 anos, residente na zona da Ribeira de Craquinha diz que reside na parte alta da zona onde muitos moradores não têm acesso à água, pois é preciso percorrerem grandes distâncias para terem acesso à água. Portanto, considera que as obras de extensão da água serão uma mais-valia para a população das zonas beneficiadas, “porque embora tenha melhorado o acesso à água, muitas pessoas ainda são obrigadas a percorrer várias distâncias para obterem o líquido.”

Caia, também se mostra satisfeita, mas critica a demora. A mesma diz esperar que “o projecto possa beneficiar todos e não apenas alguns, uma situação que acontece frequentemente”.

A maioria dos entrevistados partilha da mesma satisfação e agradecem o gesto acreditando na melhoria do acesso à água em todas as zonas da ilha. As obras de expansão da rede e distribuição de água foram lançadas no passado mês de Março e já iniciaram.

As obras que estão orçadas em cerca de 39 mil contos devem abranger ainda mais seis zonas de São Vicente como Lazareto, Monte Sossego, Chã de Alecrim, Vila Nova, Pedra Rolada e Bela Vista e têm como objectivo beneficiar 7803 famílias com água de melhor quantidade e qualidade, ou seja, 33 por cento de famílias vulneráveis e 47 por cento de famílias chefiadas por mulheres.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.