Académica do Porto Novo: cinco anos consecutivos a tentar conquistar o Nacional de Futebol

5/05/2015 07:44 - Modificado em 5/05/2015 07:44
| Comentários fechados em Académica do Porto Novo: cinco anos consecutivos a tentar conquistar o Nacional de Futebol

Académica Porto NovoA Académica do Porto Novo volta a marcar presença na maior competição do futebol cabo-verdiano, após se sagrar pentacampeã na região de Santo Antão Sul. Depois da conquista do quinto título consecutivo frente ao Marítimo na última jornada do campeonato, os dirigentes da Académica não prometem o título, mas asseguram que a equipa está a trabalhar para fazer uma boa prestação no Nacional.

A Académica do Porto Novo é a única equipa da ilha de Santo Antão que conseguiu alcançar uma presença na final do Campeonato de Cabo Verde. Este é o quinto ano consecutivo em que participa no campeonato nacional.

O presidente do clube, Elísio Silva, diz que a Académica tem vindo a preparar-se para o nacional tal como tem vindo a fazer nos últimos anos, “porque já deixámos a nossa marca no nacional, há quatro anos consecutivos que atingimos as meias-finais e já conseguimos atingir uma final e perdemos o título frente ao Mindelense em 2013”, mas garante que com humildade e cabeça erguida, conseguem representar bem a “nossa região desportiva e a nossa equipa”.

Elísio Silva afirma que a “Micá do Porto” quando prepara uma equipa, fá-lo com o objectivo não só de conquistar o regional de futebol de Santo Antão Sul, mas também para fazer um boa prestação. “A Académica está preparada, tem uma boa equipa e passo a passo conseguiremos atingir a nossa meta. O objectivo principal é atingir as meias-finais, como temos vindo a fazer ultimamente”, realça.

Motivações

“Desportivamente, a Académica é uma equipa bastante forte. Temos uma equipa técnica liderada por um grande treinador, um dos melhores de Santo Antão, para não dizer de Cabo Verde, que é o Gunga”, esclarece o presidente do clube.

De acordo com Silva, a actual equipa técnica está no comando do clube há praticamente cinco anos e também há jogadores com cinco anos no clube. Apesar dos contratempos que a organização enfrenta, o dirigente do clube diz que em Santo Antão as equipas não têm o hábito de terem patrocinadores e, este ano, pela primeira vez durante o regional, “tivemos o apoio da Moave que também pode ser o nosso patrocinador no nacional”, avança. E acredita na sua equipa. “Somos uma equipa bastante jovem, com uma média de idades que não ultrapassa os vinte e seis anos e somos bem organizados”.

O campeonato nacional de futebol de Cabo Verde deste ano arranca a 9 de Maio.

No Grupo A, estão as equipas campeãs dos campeonatos regionais, formado pelas equipas da Académica (Boavista), Paulense (Santo Antão Norte), Spartak (Fogo), Derby (São Vicente), Académica do Porto Novo (Santo Antão Sul) e Académico 83 (Maio).

No Grupo B, o Mindelense, campeão nacional, tem a companhia dos vencedores das regiões desportivas de Santiago Norte – Beira Mar do Tarrafal , Santiago Sul – Boavista da Praia, Sal – Académico do Aeroporto do Sal, São Nicolau – Ultramarina e Brava – Sporting da Brava.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.