Jovens da Ilha de Madeira denunciam violência excessiva na Esquadra de Fonte Inês

4/05/2015 07:52 - Modificado em 4/05/2015 11:24


Foto3Jovens residentes na Ilha de Madeira, em São Vicente, acusam os agentes da BIC de violência excessiva e abuso de poder na Esquadra de Fonte Inês. De acordo com os mesmos, estes foram  “espancados brutalmente” na Esquadra de Fonte Inês. O caso ocorreu na passada sexta-feira, no dia primeiro de Maio, na sequência de um distúrbio que, segundo a versão dos entrevistados, foi provocado por dois grupos de gangs pertencentes a diferentes zonas da Ilha.

Na passada sexta-feira, primeiro de Maio, na Praia de João Évora, um grande grupo de jovens da Ilha da Madeira disse ao NN que os seus elementos foram  espancados pelos agentes da BIC.

De acordo com as denúncias de jovens residentes na Ilha de Madeira, agentes da BIC “espancaram brutalmente o grupo de jovens”. As marcas das agressões continuam nos corpos deles. Uma das vítimas mostrou o corpo completamente cheio de hematomas provocados pelas cacetadas e pauladas. E afirma não poder trabalhar no dia seguinte porque o corpo está dolorido. Um outro jovem foi agredido com tanta violência que teve de ser assistido no Hospital e depois de ser tratado, foi encaminhado de novo para a Esquadra onde veio a sair depois de ter sido apresentado ao Tribunal.

Foto2O jovem Delvis também foi vítima da agressão policial e diz que “os agentes têm-me debaixo do olho porque fiz algo que me fez ir parar para a Cadeia mas, neste momento, permaneço sossegado no meu lugar”. O jovem que ficou com vários hematomas na cabeça e no corpo diz não acreditar na justiça, mas apela pelo apoio das autoridades na resolução do problema porque “pancada dói e quer viver a sua juventude tranquila. Queremos estar à vontade na sociedade porque não devemos a ninguém”. Para os jovens, a situação tem vindo a frustrá-los empurrando-os para a delinquência.

Valdir um dos elementos do grupo que diz não ter sido desta vez vítima dos agentes uma vez que se afastou do local enquanto cercavam outros jovens ,mas  acusa a Polícia de perseguição e ódio apenas por serem da Ilha da Madeira . Indignado, o entrevistado afirma que em qualquer lugar que o grupo  se encontre é perseguido e espancado.  “São brutalmente espancados e agredidos, pontapeados na cabeça e murros no rosto, como se não fossem seres humanos”.

Segundo Valdir, o grupo de jovens dirigia-se para a Praia de João Évora fugindo dos insultos dos grupos rivais que possivelmente poderiam estar noutras praias mas, mesmo assim, dois grupos de gangs foram agredi-los com pedras e garrafas enquanto preparavam uma refeição.

Enquanto isso, os agentes da BAC sem saberem o que se passava, dirigiram-se apenas para o grupo da Ilha de Madeira que foi levado para a Esquadra “ onde foram violentamente espancados com pauladas e chutos na cabeça, espancados na parede com se fossem sacos de batatas, enquanto que os outros jovens ficaram ilesos”.

Foto1A perseguição dos Polícias tem vindo a indignar também os familiares das vítimas. Uma mãe que diz ir à Esquadra para ver o filho, afirma ter ouvido vários gritos dos jovens que estavam a ser espancados e presenciou a uma atitude de violência quando um outro jovem foi lá para ver se encontrava a irmã. De acordo com a mesma, o jovem foi agredido na boca e na cabeça e depois foi detido porque questionou um agente da Polícia sobre a razão pela qual batiam com tanta violência.

Os agentes mencionados pelos entrevistados são “Tchenta, Pol BAC, Vivian e Val” que na versão dos jovens, os perseguem em todo o lugar, mesmo estando inocentes. “Isto não pode ser, porque somos seres humanos assim como as outras pessoas de outras zonas”.

De acordo com outras vítimas, os polícias têm vindo a afirmar que vão espancá-los até quando morrerem de tanta pancada e, se assim não for, passarão a atirar na cabeça dos mesmos.

Este online tentou a ouvir a versão do responsável pela BAC e BIC  mas  ainda não foi possível.

  1. Mindelense

    Interessante…. Quem não conhece estes delinquentes até pensa que são “tudo bons rapazes”. Estamos a falar de jovens que são extremamente violentos, inclusive, para com pessoas idosas, mulheres, e crianças.
    É curioso constatar que as únicas pessoas que acham que a policia é violenta para com esses vermes são exatamente os familiares. O resto da população acha que a PN está a fazer um bom trabalho. Os familiares desses terroristas não sabem que esses abestados aterrorizam as pessoas. Eu já fui vítima de kaçubody, e fui parar ao hospital. Por mim, deviam simplesmente fazer como no Brasil… bandido bom, é bandido morto, e enterrado na vertical para não ocupar espaço.
    Força PN e pau neles, pois, a sociedade mindelense agradece.

  2. Virulento

    Não estavam a dormir que foram espancados.Bem feito, dormir cedo e sem fazer disturbios na via pública!

  3. Bem feito

    Nada acontece pro acaso, andam a espalhar o terror e da nisso. Se fossem civilizados nada disso acontecia. Mais piada ainda é esta mãe que foi a procura do filho, quer dizer, na hora de educa-lo esqueceu-se, agora anda a correr para cima e para baixo. O pior disso tudo é que os inocentes é que acabam sempre por pagar. Força BIC, os cidadãos honestos e trabalhadores de SV estão convosco. Pauladia, bofetadia té es po na camim.

  4. ja bzot psu

    la ne jon debra Pintcha Andor escapa de mata pessoas q ba ate la pe passa um feriado e um bom momento ma ses familia e amigos. Bzot te tchega la te agredi pessoas, da de pedra em quem quer q seja,de da um jovem q um catana, enfim bzot ateroriza ne jon debra. Agora ques policia te da bzot uns paulada merecid bzot te otcha que es e q te mete bzot ne caminho de delinquencia. PALHACERIA DE BZOT PARTE E MAIS PALHACERIA E DESSE JORNALIM Q TE FCA TE DA BZOT VOZ PE BZOT PODE CONTINUA TE FAZE CADA VEZ MAS

  5. Rocha

    Sim agora ês tabem dzê q pankada ta doê mas konde ês ta panhá um pessoa de noite, ês ta pakadeal txeu vez até a morte. mi é a favor sim de BIC fazê bom traboi

  6. ja bzot psu2

    mim e Ribeira Bote e um sabe que es cambada de delinquente q no tem li na zona te sirvi so pe destrui nos zona. Es te estod te manda maltas de otes zona recode te ameaças de morte e es te dze que PINTCHAANDOR TE DVOLTA PE BEM ATERRORIZA. Agora quem quizer fca contra policia e a favor de delinquentes el estod a vontade, que ja ja e ses fidje, mulher irmão, ao prop bzot q te bem ser mais um itima de assalto, agressão, etc. Esse LUGAR JA ESTRAGA OTE VEZ.

  7. noticia

    es te q falta e de da ques jornalistas de nticias do norte um caçubody, agredis pe es polde para de apoia delinquente

  8. jose da Luz

    Estes jovens iam matando um velha de 70 anos por causa da desordem provocado por eles na praia de banho de João D´debra.Ameaçaram cidadãos, policias e familias de poilicias. As festas de romaria são para festejar e para fazer desordens.Esses TUG,s lodo que estão sob pressão da Policia procurem a C. Social. Porque não dizem o que fizeram. Jamais Soncente voltará ao tempo que as pessoas tinham medo de sair a Rua com medo dos TUG,s.

  9. LILI

    Quando fui vítima de caçubody tive um olho roxo e vários hematomas , e os jovens de uma gang abusaram do excesso de força visto que estava apenas com 200$00 que era para pagar um táxi. Hoje vem acusar os agentes da BIC/ BAC por excesso de força. Tenho a certeza que também não acataram a ordem de prisão e peço ao NN que faz uma referência da notícia que aconteceu ha anos em que um jovem agrediu um agente da BAC com uma pedra no canto superior do olho esquerdo.

  10. LILI

    há uma lei que permite aos agentes o “uso da força” nos casos em que a pessoa tenta reagir colocando em causa a integridade física do agente.

  11. Cruz

    Essa quadrilha de Ilha de Madeira só sabe roubar.
    O NN devia pedir ao jovem que disse que não foi trabalhar para comprovar o local e a data onde trabalhou a última vez da sua vida.
    Estavam a pagar o que têm feito à outras pessoas.

  12. Xuxante

    Devem ter sido encontrados a rezar, por isso a violência foi tanta. É o que dá confundir liberdade com libertinagem. Pau neles!

  13. Montecara

    Embora no sabe ke tem havido mut problemas de gang na saocent ta da caçubody ta cria um Clima de medo na nos sociedade mindelense kê um comportamento reprovavel e lamentavel tambe no tem que reconhece q ta usod força esxessiva dentro de esquadra.Um ti ta dze ke mim foi prova kê um presencia manera kes ta tratas q violencia tonte fisicamente como verbal inclusivo jam tive na esquadra com toda iducaçao pa ba sabê informaçao d’um amigo q foi preso kes policia respondem que atitude sem um faze nada

  14. Montecara

    Continuaçao:um tive de sai daquel esquadra porquê talvez se um tava fazel mas qualquer pergunta um tava ser preso ma enfim na cabo verde em geral e saocent nesse caso no tem umbocod de pessoas q ta desempenha certos funçoes q es catem capacidade e educaçao pessoal a começar na kes BAC q la por ter um bom Porte fisico jas pode ser policia enquanto nem fala es ca sabê

  15. Praia Branca

    Nós os cabo-verdianos, estou generalizando, não estamos preparados para viver em liberdade.
    É um processo de aprendizagem. O que não aprenderam em casa ou nas escolas a Policia é infelizmente obrigada a mete-los no caminho. E se não vai a bem vai então a mal. É estranho que esses jovens queixam-se de violência excessiva enquanto eles que julgam ter o monopólio da violência não têm nenhuma piedade e dó para com as suas vitimas inocentes e indefesas usando muitas vezes uma violência sem sentido e sem nexo.
    Que a Policia continua fazendo o seu trabalho correctivo pois a sociedade está a seu lado.

  16. UVID IMPE

    Pintxa Andor ê terrivel,jaxe mata uns jovem li na SV…BOM TRABOI Txenta,Pol BAC,Viviane e Val PAU NELES…e um recado pa oce dia kexe da oce um cacy oce txema Guardia….

  17. UVID IMPE

    Montecara kem ta contra policia li ê bo so kuase bo ê um dexe ou bo t k ciumes?Bô tava gosta de ser BAC…BA VOA MAR

  18. Combatente

    Com todo respeito pelo óptimo trabalho que a Policia vem desempenhando, pois seria uma aberração e uma grande contradição se esses delinquentes elogiassem o trabalho que a Policia vem fazendo, e como está na moda, proponho que os Policias de S.Vicente sejam condecorados como Combatentes da Liberdade da Pátria.

  19. noticia do norte e pa po na tribunal por apoia bandido talves es te mete de ser vitima forca bic nos e maioria a bsot favor

  20. mi um sisti de nha casa kes bandido de iha de madera te agredi e roba um senhora se mi era policia um tava ta tiro na cabeca porque era menos um bandido

  21. es pessoa k a fovor de bandi tambem e cumplisse es e isca principalmente kel dse amigo kem k amigo de um criminoso

  22. con es panhop es ta tratop como um anjo montecara

  23. crus a minha casa era a vitima e o trabalho k ia fazer

  24. Carlucha

    Esses delinquentes, bandidos que não têm sangue nos olhos ainda são considerados seres humanos dai que usufruem de direitos enquanto as vitimas sofrem, uns até morrem nas mãos desses “vermes”.

    Só temos que agradecer o bom trabalho que a Policia tem vindo a fazer para por cobro a situação. Quanto ao NN, infelizmente é um trabalho que deve ser feito mesmo conhecendo a má fama dos delinquentes. Devo dizer que a matéria não tem como objectivo apoiar os bandidos mas dar a conhecer factos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.