Marcha 1 de Maio: A maioria preferiu o coke e bafa numa praia

1/05/2015 17:47 - Modificado em 1/05/2015 17:47

O MAC#114 no Mindelo decidiu abraçar a causa da luta contra o desemprego, esta sexta-feira, promovendo uma marcha.  Mas ao mindelenses, na sua  maioria, preferiram ficar em casa ou rumar para uma das praias da ilha com muito coke e bafa para assinalar o dia do trabalhador.

É que foram poucos os que aderiram a esta iniciativa, que tinha como objectivo mostrar a classe politica do país o desagrado sobre diversas questões que têm vindo a afectar a sociedade, como o desemprego, a falta de oportunidades para os jovens, entre outros.

No Mindelo poucos foram os que responderam ao apelo. Vacilisio Gomes, responsável do MAC#114 em São Vicente, diz que apesar de poucos terem aderido à manifestação, não significa que vão desistir, apenas pretendem criar novas estratégias de mobilização.

Assim tradição do coke e bafa no dia do trabalhador prevaleceu sobre a primeira tentativa de fazer uma jornada de luta. Em quanto alguns manifestaram pedindo emprego e oportunidades, muitos desempregados e outros  encheram as praias de São Vicente com música, coke e bafa. Depos de passá sabe morre ka nada ??? Parece que sim!

  1. CidadaoCV

    Pois é … O senhor jornalista está sendo muito desagradável, ao utilizar a expressão “tradição de koke e bafa”. Os trabalhadores de Cabo Verde vivem 365 por ano num sufoco total. O dia 1 de Maio, tradicionalmente em Cabo Verde sempre foi dia de convívio entre trabalhadores e familiares, com muita diversão. Nunca foi dia de luta e revindicações laborais. Não venha agora com azedumes. O Senhor e a sua malta de jornalistas participaram na manifestação?

  2. LILI

    O que acontece é mais uma vez o governo consegue dividir a classe ( pois os dirigentes são pessoas afectas a lista do PAICV, por exemplo Nelson Cardoso, conhecido por Napi,pertenceu a lista de Nelita na autárticas 2012, entre outros). Só houve manifestações na Praia pois os outros sindicatos entraram em divergências ( favor consultar o artigo do asemana on line : ” http://asemana.sapo.cv/spip.php?article109543&ak=1
    a semana/ correio das ilhas / Marcha sem apoio dos sindicatos fora de Santiago: Apelo da UNTC-CS cai em saco roto

  3. no one

    e assim no continua nos caminho preferindo a anestesia do coke a encarar a nossa realidade que e de decadência e descaso preferindo não pensar no futuro dessa ilha e dos nossos descendentes uma ilha cheia de hipócritas e falsos amigos a que chamo de amigos de coke que quando mais precisas eles desaparecem procurando quem lhes da companhia na parodia

  4. no one

    sao vicente ilha da futilidade

  5. no one

    purqe te custa es jornal posta nhas opiniao

  6. DG

    Não acham que se está a dar demasiada corda a um tal movimento que não representa nenhuma ideia, ninguém, nada, nadíssima mesma, e que não passa de nada a ver se encanta a si mesmo?
    O que pensa esses gajos e gajas? Fartos da forma de se fazer política? E daí? Qual a ideia nova?Mais blá, blá, blá?
    Sejamos sérios.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.