Navio Vicente: Sobrecarga, negligência grosseira do comandante são os motivos que levaram ao afundamento

1/05/2015 04:27 - Modificado em 1/05/2015 04:27

vicenteDepois das averiguações a Agência Marítima e Portuária, AMP, apresentou , nesta tarde, o relatório do naufrágio do Navio Vicente. A sobrecarga, negligência grosseira motivaram a afundamento do navio.

A Agência Marítima e Portuária, AMP, tornou público as causas do naufrágio do Navio Vicente, afundado no passado dia 8 de Janeiro na ilha do Fogo deixando várias vítimas. Segundo o relatório foram vários os factores que motivaram  o afundamento do navio.

De acordo com o presidente do Conselho da Administração da AMP, António Cruz, as causas do naufrágio estão na sobrecarga do navio e na negligência grosseira do comandante; na declaração errada da carga efectivamente transportada  e passageiros embarcados  no Porto da Praia, deficiente actuação das autoridades na fiscalização  ao navio antes da sua partida.

Ainda de acordo com presidente da AMP “ o relatório não tem como propósito determinar responsabilidade ou atribuir culpa a ninguém mas sim, fazer o levantamento das causas do acidente e recomendar um conjunto necessário de medidas para evitar que acidentes semelhante venha a acontecer no futuro”.

Os relatórios foram elaborados com base no sistema nacional e internacional e estão disponível no site da agência. Dado a gravidade do acidente e o conteúdo do relatório, o mesmo deverá ser entregue a ao Ministério Publico e ao Governo para as respectivas medidas.

  1. Julio Goto

    … o comandante nao esta entre nos (Que ele descanse em Paz). Os incopetentes vem com essa mania que a CULPA e dele . O tempo que a voz do capitao era a voz de DEUS ja passou.
    … o acidendente aconteceu na barbara cara dos PAPAGAIOS doutorados nas gaiolas assim como aquele que encontra na Rua do S. Joao em Mindelo.
    …cambadas de palhacos querendo inventar a roda que apareceu ha seculos.
    Gostaria de ver a investigacao do acidente da Kriola ocorrido depois do Vicente.

  2. Maurino C. B. Delgad

    Descendo ao fundo das causas, não será difícil concluir que o Comandante foi vítima e agora bode expiatório da negligência institucional. Tenhamos em conta as denúncias repetidamente feitas pelo oficial da marinha mercante, João de Deus Oliveira Cruz sobre o sector. Negligência grave dos Governos e dos Deputados que nada fizeram e deu no que deu. O Estado devia indemnizar as vítimas desse grave acidente.

  3. CidadaoCV

    Pois é … “Vários os factores” … nada de concreto, somente especulações e como sempre um pivô, o Comandante. Assim … até eu redigiria (inventaria) um relatório destes …

  4. CidadaoCV

    Retiro o meu anterior comentário … acabei de dar uma olhadela no Relatório, e estou muito impressionado com o conteúdo, ainda que lido “de raspão”. Só tenho uma coisa a dizer: – ALGUÉM TEM QUE IR PARA A CADEIA.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.