São Vicente: oito suicídios em quatro meses

30/04/2015 08:28 - Modificado em 30/04/2015 08:28

suicidioA ilha de São Vicente tem vindo a registar um aumento do número de suicídios. Em 2014, foram várias as ocorrências de suicídio. Ainda em Abril de 2015 já se registaram cerca de seis casos. Em todas as ilhas do país, houve outros relatos de pessoas que colocaram termo à própria vida, uma situação que tem vindo a preocupar a sociedade cabo-verdiana.

 

Muito se fala do suicídio e da sua prevenção, mas o número de casos em Cabo Verde continua a aumentar. De acordo com um especialista, o suicídio está entre as primeiras causas de morte em Cabo Verde. A família e a sociedade devem exercer um papel importante na prevenção dessa problemática. Ainda assim, o comportamento tem atingido um número cada vez maior de pessoas no nosso país.

O ano de 2014 ficou marcado por um grande número de suicídios. Estamos ainda no quarto mês de 2015 e já se registaram cerca de oito casos de pessoas que colocaram termo à própria vida. Em Março último, na zona de Monte Sossego, o jovem Sandro Lima de 37 anos atou uma corda ao pescoço pondo termo à própria vida. Ainda em Abril, já se registaram quatro casos. Uma senhora na zona da Ribeirinha foi encontrada com uma corda ao pescoço. O segundo caso aconteceu na zona de Fonte Filipe, onde Fredilson Delgado deu um tiro na cabeça em casa da namorada.

Ainda no dia 16 de Abril, Eder Rocha, suicidou-se sem motivo aparente. O mais recente é o do Psiquiatra Irineu Gomes. O psiquiatra pôs termo à vida através do enforcamento. O corpo foi encontrado com um lençol que foi transformado em corda à volta do pescoço e com a outra ponta na cabeceira de uma cama alta, estilo antigo.

O número de ocorrências tende a aumentar. De acordo com uma pesquisa da OMS – Organização Mundial da Saúde – o suicídio tornou-se numa epidemia de proporções globais. O suicídio mata mais de 800 mil pessoas por ano e 75% dos casos acontecem em países emergentes e pobres.

Um profissional da saúde alerta que os problemas e o transtorno emocional, podem acabar numa tentativa de suicídio ou na concretização do suicídio, mas o mesmo pode ser prevenido, pelo que todos devem estar alertas e atentos aos comportamentos humanos que potenciam a prática de um suicídio. Além do mais, as pessoas não devem ignorar um aviso de quem afirma ter intenções de pôr termo à própria vida.

 

  1. CidadaoCV

    Pois é … é um assunto preocupante. Por mais estudos que se faça, por mais teoria que se elabora falando de causas, efeitos, … “prevenção”, existirá sempre um porquê, … porquê …. E é este porquê que nunca se saberá, porque este “morrerá” sempre com o suicida. O assunto é tão núbio, que ninguém imaginaria que um grande estudioso do suicídio, utilizasse as mesmas forças para por fim a vida …

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.