Conheça as “apps” que mais bateria gastam

28/04/2015 19:36 - Modificado em 28/04/2015 19:36
| Comentários fechados em Conheça as “apps” que mais bateria gastam

smartphoneNos nossos “smartphones” temos milhares de aplicações, para todos os gostos, à nossa disposição. Algumas, no entanto, não se limitam a ocupar só espaço no nosso telemóvel, sendo autênticas sugadoras de energia.

Para ajudar os utilizadores a descobrir quem são os piores inimigos da bateria dos seus smartphones, a marca de antivírus AVG compilou uma lista das “apps” que mais devoram autonomia aos aparelhos com sistema operativo Android.

No relatório, publicado pelo jornal “El Mundo“, é analisada a performance das aplicações em Android em termos de consumo de bateria, memória RAM e tarifa de dados.

No que diz respeito à bateria, o estudo divide os principais culpados em “apps” que se iniciam automaticamente quando ligamos o dispositivo e aplicações que são iniciadas manualmente.

Na primeira categoria, os donos de Samsung são os principais prejudicados, com “apps” como “Beaming Service for Samsung” e “Security Policy Updates” a roubar mais bateria do que a maioria. A aplicação nativa para o Facebook também é um sério problema quando a bateria está fraca. Segue-se a aplicação “Waze”, que fornece informação de trânsito em tempo real, graças à tecnologia GPS. O “Path” e o “WhatsApp” também figuram no top 10 de aplicações mais gastadoras, juntamente com a “Candy Camera – Selfie Selfies”, uma aplicação só para tirar “selfies”. A maior surpresa poderá ser “Al-Moazin Lite”, uma aplicação para orações muçulmanas que permite, através de GPS, ajudar quem quer rezar a saber as horas exatas e onde o fazer.

Já no que diz respeito a aplicações que são manualmente iniciadas pelo utilizador, a contagem é mais complicada, pois depende de factores como a utilização de dados móveis ou Wi-fi. Mesmo assim, a Samsung continua a sair mal vista neste top, que é liderado pela app “Samsung WatchON (Video). Os classificados do OLX ocupam o segundo lugar do pódio, seguidos de perto pelo “Amazon Android” e “Amazon Kindle”. No top 10 ainda constam nomes como o Spotify (para música), o Retrica (para fotos) ou o Line (para mensagens).

O estudo também incluiu uma análise às aplicações que mais afetam o rendimento dos smartphones Android e conclui que as redes sociais são um autêntico pesadelo para a memória RAM e os processadores. Por estarem em constante atualização, apps como Facebook, Instagram, Spotify, Path, BBM e Line são as que mais afetam o rendimento de um telemóvel inteligente.

Quanto aos dados, as redes sociais também figuram entre as principais culpadas do consumo, mas o top é altamente afetado pela quantidade de tempo despendido online. Apesar disso, o “Daily Mail Online” lidera o top, seguido pelas aplicações das redes sociais Tumblr, Facebook, Instagram e Spotify. Em último lugar, curiosamente, figura o Netflix, um conhecido serviço de streaming de séries e filmes (ainda não disponível em Portugal).

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.