Aliança EUA/Japão não é um ataque à China

28/04/2015 19:07 - Modificado em 28/04/2015 19:07
| Comentários fechados em Aliança EUA/Japão não é um ataque à China

usaA aliança Estados Unidos-Japão não deve ser encarada pela China como uma provocação, disse esta terça-feira o Presidente norte-americano, lembrando que os dois países partilham preocupação face às ações de Pequim no mar da China Oriental.

Barack Obama falava durante uma conferência de imprensa com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na Casa Branca, em Washington.  “Como já disse antes, saudamos a ascensão pacífica da China”, declarou o chefe de Estado norte-americano, quando questionado sobre como Pequim iria encarar a relação entre Tóquio e Washington.  Obama frisou que os Estados Unidos e o Japão “partilham preocupações” sobre as atividades da China no mar da China Oriental, onde estão localizadas as ilhas não habitadas Senkaku (designação japonesa) ou Diaoyu (designação chinesa), cuja soberania é disputada por Pequim e Tóquio. “Os Estados Unidos e o Japão estão unidos no compromisso com a liberdade de navegação, respeito pelo direito internacional e pela resolução pacífica de disputas sem coerção”, disse o Presidente norte-americano.

Os dois países reforçaram oficialmente a cooperação militar na segunda-feira, após o Japão ter feito uma reinterpretação da sua Constituição de caráter pacifista.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.