Investimentos do Governo sem efeito desejado

22/04/2015 07:57 - Modificado em 22/04/2015 07:57

UCIDO deputado da UCID, Jorge Luís, apesar de reconhecer os “investimentos realizados até agora pelo Governo”, afirma “abertamente e com clareza que não surtiram os efeitos desejados no seio da população cabo-verdiana de forma a contribuir para a criação da felicidade bruta dos cidadãos”. Esta posição foi assumida durante a sua declaração política no período antes da ordem do dia na Assembleia Nacional.

Para Jorge Luís, os investimentos têm surtido o efeito contrário ao que se esperava. “Os investimentos públicos, alguns dos quais sem prioridade, conduziram o país a uma alta dívida pública superior a cem por cento do PIB e a um serviço de dívida que ultrapassa os quatro milhões de contos cabo-verdianos por ano, portanto, superior ao orçamento de quatro ministérios”. E acrescenta que os investimentos do Governo não conseguiram gerar a riqueza necessária para a criação de mais postos de trabalho para contribuírem para a redução do desemprego, principalmente na camada jovem.

A declaração política da UCID teve eco na bancada do MpD. Elísio freire, líder parlamentar do MpD, argumentou que a “situação económica do país é má e por culpa única e exclusiva do Governo que nos últimos 15 anos gastou 300 milhões de contos e tem a maior taxa de desemprego do país”. Para Freire, este dado prova que o uso dos recursos por parte do Governo não tem tido efeitos na economia e na melhoria das condições de vida das pessoas, e também que as opções políticas do Governo levaram o país a mais desemprego, mais dívida e mais deficit.

O Ministro Rui Semedo diz que ouviram que os investimentos não foram oportunos. Para este Ministro, o Governo tem realizado vários investimentos em diversas áreas, como saúde educação formação e “o país está a desenvolver-se”. Admite que tem havido dificuldades e problemas mas continuam “a trabalhar para ultrapassá-los”.

  1. Manuel Reis

    Eu gostaria de saber pq q todos os partidos agora andam a falarem mal do PAICV? Me respondem pfvor.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.