Sondagens revelam: Nem PAICV, nem MpD vão atingir a maioria absoluta em 2016

15/04/2015 08:12 - Modificado em 15/04/2015 08:12

De  acordo com dois  estudos de opinião que o NN teve acesso  afigura-se difícil quer ao MpD ,quer ao PAICV  obterem a maioria absoluta  nas legislativas de 2016. Num estudo a nível nacional realizado no mês de Novembro, portanto com Josè Maria Neves, ainda,  como candidato do PAICV  a primeiro ministro  , nenhum dos partidos alcança a maioria absoluta . O estudo forneceu os seguintes resultados:

estudo

 

 

 

 

 

 

 

 

O PAICV  atingiria os  42,9%   menos 10 % do que nas legislativas de 2011. O MpD atingiria  os 48,1%  mais   7 % . A  UCID evitaria a maioria absoluta atingindo os 5,7% mas crescendo apenas  1,4 %.Num estudo, com uma margem de erro de 2,2 % , os valores podem oscilar dentro dessa margem , por isso a diferença de  5 %entre os dos maiores partidos   não relevante ,nem significativa .

 E recordamos que em 2011  o PAICV atingiu a maioria com  52 ,0 %.  Mas regista-se o  cenário de não haver maioria absoluta  o que nunca aconteceu em Cabo Verde .

Um outro estudo realizado no mês de Janeiro  de 2015 , mas referente apenas  a São Vicente, e já com Janira Hopffer Almada como presidente do PAICV ,  mostra o seguinte resultado  :

O MPD  24,0 % dos votos . PAICV  em segundo lugar com 19,0 %, a UCID com 15,1.  Mas 40,5% estão indecisos ou não revelaram a intenção de voto .

O estudo faz a distribuição dos indecisos com o seguinte resultado.

MpD  41 % , em segundo  lugar o PAICV com 33%  e por último a UCID  com 26 %.

A vantagem do  MpD m relação ao PAICV é  de  8% mais   3 % do que a nível nacional . Mas tendo em conta que a margem de erro apontado  no estudo local é de  2,5% ,os valores que separam  os dois partidos é reduzida. Por  outro lado regista-se o crescimento da UCID  que fica a 7 pontos percentuais do PAICV .

Maioria prefere JHA  para primeiro –ministro

Esse estudo apresenta um dado , digamos  curioso , mas que prova a popularidade de JHA em São Vicente .Isto porque os inquiridos  quando questionados  quem escolheriam para primeiro –ministro responderam assim :

36 % dos  inquiridos escolheriam Janira Hopfer Almada para primeiro-ministro  de  Cabo Verde . 31,8  escolheria António Monteiro  e 19,8 % Ulisses Correia e Silva .  12 % não tem opinião formada ou não responde.

Estes dados mostram , entre muitas coisas , por um lado que  dos 41 % dos inquiridos vão  votar no MpD mas  apenas 19,8 % escolheria Ulisses Correia e Silva para primeiro –ministro . Ao passo que JHA alcança os  31,8%  da  preferência dos inquiridos .O que  é muito em relação  ao candidato do MpD mas pouco, porque sequer fideliza  a intenção de voto no PAICV que é de 33 % .

Ficha técnica  dos estudos

No estudo a nivel nacional foram inquiridos indivíduos recenseados nos 22 concelhos de Cabo Verde , de ambos os sexos e com 18 ou mais anos.  A amostra total obtida é de 2168 indivíduos. com  uma margem de erro de ± 2,2%. As entrevista foram realizada entre 2 a 16 de Novembro.

No estudo a nível local   o universo é constituído por indivíduos com idade superior ou igual a 18 anos, residentes e recenseados no Concelho de S. Vicente   Foram realizadas 432 entrevistas A margem de erro do estudo é de 2,5 % A recolha das entrevistas foi realizada nos dias  9,10  , 11 de Janeiro de 2015.

  1. EX-SIMPATIZANTE

    Com este estudo, Os partidos podem tirar as ilações. Este é o resultado do descontentamento dos Cabo-verdianos. O povo quer um Governo que governa para o povo e não para uma minoria de militantes, amigos e pessoas próximas da classe política. INFELIZMENTE NEM O PAICV, NEM O MPD nos dão garantia.

  2. Carlos Silva - Ralao

    Como já tinha publicado na minha pagina do facebook nao votarei mais ate acabarem com essa promiscuidade politica que existe em Cabo Verde, fosso salarial entre a classe politica e os funcionarios publicos e ainda mais, as condições absurdas e regalias desajustadas com a nossa realidade socio-económica que beneficiam alguns cargos politicos de institutos e agências governamentais

  3. Carlos Silva - Ralao

    Temos Diretores e PCA´s de institutos a ganharem cerca de 5 vezes mais do que licenciados da função pública, e o mais absurdo ainda, beneficiando de viatura e combustivel do estado e ainda mais, recebendo subsidios de comunicação na orala dos 12 aos 15 mil escudos, fora outros que beneficiam de subsidio de renda de casa, energia & água, etc…. Eu que ganho 5 vezes menos pago energia & água, renda de casa, comunicação, etc…, esses tais aí não pagam com o seu salário!!!!!!!! Como posso votar!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.