Mindelenses reagem positivamente ao veto do Presidente da República.

10/04/2015 08:03 - Modificado em 10/04/2015 08:03
| Comentários fechados em Mindelenses reagem positivamente ao veto do Presidente da República.

mindeloOs mindelenses receberam com agrado a notícia do veto do Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, em relação ao novo Estatuto de Cargos Políticos aprovado no Parlamento, no dia 25 de Março. Com espírito de que o povo tem voz e com sentimento de que a democracia funcionou desta vez.

Um dia após o Presidente da República Jorge Carlos Fonseca ter recebido no seu gabinete o mais recente Estatuto de Cargos Políticos, o mais alto representante da Nação chumbou o referido documento aprovado pelos deputados no Parlamento.

 A aprovação do estatuto levou milhares de cabo-verdianos às ruas para manifestarem o descontentamento contra o documento.

Para o PR, “as manifestações públicas são sempre sinal da vitalidade do nosso sistema democrático pois previstas, reconhecidas e protegidas pela Constituição da República não sendo, portanto, ataques ao sistema político, como alguns quiseram deixar antever mas antes, expressão fundamental da existência e funcionamento do sistema político cabo-verdiano instituído pela Constituição da República de 1992. No Mindelo, as vozes ecoaram positivamente à decisão do Presidente da República e consideram que a democracia funcionou porque a voz dos cabo-verdianos foi ouvida”.

Agora, com o veto do Presidente, a população reagiu positivamente. Amélia Inocêncio diz que não esperava decisão diferente do Presidente uma vez que tinha prometido estar ao lado do povo, a favor do bem de toda a Nação. É com sentimento de alegria e vitória que a cidadã acolheu o veto do Presidente. “O povo cabo-verdiano é inteligente e sabe quando e como deve agir. Nós temos de agradecer ao Presidente que ouviu o clamor do povo”.

Isidoro Correia avança que o Estatuto resultava em várias ilegalidades, seria de bom tom que o Presidente escolhido pelo Povo pudesse dar conta que o Estatuto só viria deixar os cabo-verdianos mais pobres e os políticos cada vez mais ricos e cheios de regalias para pisarem e esmagarem ainda mais o povo que sempre lutou para Cabo Verde.

Satisfeito, Hércules Silva, diz que a democracia funcionou desta vez e espera que o Presidente da República tenha a coragem e a responsabilidade de vetar todas as tentativas e manobras dos políticos para afrontarem o povo cabo-verdiano.

Jorge Cansado, considera que o povo cabo-verdiano é solidário e agradece o Movimento Para Acção Cívica (MAC# 114) que conseguiu mobilizar milhares de pessoas nas ruas na sequência da aprovação do novo Estatuto dos Titulares de Cargos Políticos.

O Presidente da República Jorge  Carlos  Fonseca diz estar convicto que  “na presente conjuntura e em face das preocupações manifestadas (…) mostra-se pertinente a reapreciação do Estatuto dos Titulares de Cargos Políticos, num quadro até mais amplo, o de exame do estatuto de todos os titulares de cargos públicos, estabelecendo-se alinhamentos sob determinados princípios e regras”.

O diploma regressou ao Parlamento para ser reavaliado pelos deputados. O PR pediu ainda “aos deputados da Nação para que, em articulação com o Governo, reapreciem o polémico diploma e tenham em conta justos critérios de necessidade, adequação e proporcionalidade. Critérios (enformadores de Justiça) que têm âncora constitucional”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.