Asfalto em Fonte Francês: é bom, mas a população pede mais

2/04/2015 07:37 - Modificado em 2/04/2015 07:37

DCIM100MEDIAJá iniciaram os trabalhos de asfaltagem da Avenida Fonte Francês – Ribeira de Craquinha. Ainda sem grandes máquinas em movimento, já se pode ver a empresa a criar a logística para a realização da obra. Esta obra, na hora do lançamento pelo edil de São Vicente, Augusto Neves, foi apresentada como uma obra que vai melhorar as condições de vida e aumentar o conforto das pessoas que andam de carro na zona. Por seu lado, o líder do PAICV em São Vicente, Alcides Graça, declarou a obra como não prioritária para a ilha, baseando-se nas necessidades que as pessoas da ilha têm.

A análise da obra feita por alguns mindelenses não difere muito da visão dos dois políticos. Por um lado, a obra é bem vista pelas pessoas. A zona vai ficar diferente, com um melhor aspecto, sendo este um dos principais elogios à obra de asfaltagem. “Acho que é bom neste momento. Quem é que não quer ter asfalto na sua zona?”, diz Djai Neves. Na mesma linha de pensamento, Adriano, morador em Fonte Francês, que diz que vai ser mais confortável para as pessoas que andam de autocarro e de carro.

Mas se o aspecto paisagístico e de conforto são os aspectos positivos, os problemas sociais da ilha são um senão pensando no que se poderia fazer. As mesmas pessoas que elogiam a obra, também colocam questões sobre a sua importância em relação a outros aspectos. “Há muitas coisas que poderiam ser feitas em prol das pessoas, porque a vida está difícil”, afirma Joana, de Fonte Francês.

O desemprego é um dos principais problemas da ilha. E, nesta visão, vários cidadãos dizem que este tipo trabalho dá emprego por um tempo mas, depois, fica tudo igual, com a diferença “que tem asfalto em vez de calçada”, como menciona Jair Rodrigues.

O pedido é que sejam feitas mais coisas com impacte directo na vida das pessoas como emprego, água e saneamento. São pedidos registados, feitos pelas pessoas.

  1. Carlos Brito

    Cara desgostosa da presidente da Assembleia, não parece tão motivada com tal feito. Porque será?

  2. Ha um certo descriminação dessa parte da ilha. Aqui na R.craquinha temos falta de quase tudo, desde de falta calcetamento, falta de rede de água e esgoto. O safáris já não funciona a quase 1 ano.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.