Primeiros resultados dão vitória a Sarkozy

23/03/2015 08:16 - Modificado em 23/03/2015 08:16

sarkozyAs primeiras sondagens à boca das urnas revelam uma vitória da aliança de centro direita na primeira volta das eleições regionais em França, que se realizaram este domingo, e uma forte derrota para o Partido Socialista francês. Segundo a agência noticiosa espanhola EFE, as primeiras estimativas dão conta de uma vitória entre 31% e 36% dos votos da aliança entre os centristas da União de Democratas e Independentes (UDI) e os conservadores da União por um Movimento Popular (UMP), dirigido pelo ex-presidente Nicolas Sarkozy.

Já as sondagens citadas pela agência noticiosa France Presse (AFP) são mais conservadoras, adiantando que a aliança UMP-UDI alcançou “entre 29,2% e 32% dos votos”. Segundo a AFP, os partidos de esquerda receberam entre 23,2% e 32,7% dos votos e a formação política de extrema-direita Frente Nacional (FN), liderada por Marine Le Pen, teve “24,5% e 26,3% dos votos”. Estas primeiras projeções demonstram, assim, uma derrota da FN, a quem as sondagens (feitas anteriormente ao dia de hoje) atribuíam a vitória, num contexto de forte abstenção (a rondar os 56%).

O líder UMP veio já congratular-se com a vitória nas eleições regionais parciais, considerando que o resultado “mostra o profundo desejo de uma mudança clara” da parte dos franceses. Por sua vez, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, preferiu destacar a derrota do partido ultranacionalista FN, mostrando-se agradado com o facto de a afluência às urnas também ter sido maior do que a prevista. A votação designará 2.054 candidatos para mandatos de conselheiros dos 101 departamentos franceses, numas eleições que não incluem as circunscrições da região de Paris, a aglomeração metropolitana de Lyon e as ultraperiféricas Guyana y Martinica.

As competências destes conselheiros são limitadas a assuntos como a proteção da infância e a atribuição de determinadas ajudas sociais, a gestão de algumas estradas, de equipamentos escolares, de certas bibliotecas e arquivos e parte da administração turística, entre outras.

cm.pt

  1. Ferreira

    Se o autoritario Sarko vier outra vez sera para roubar a França mais do que fez da sua ultima estadia no governo, o povo é cego, a gente paga impostos para dar a vida a estes ladröes de gravata.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.