Homem acusado de violar e assediar quinze mulheres vai a julgamento 11 anos depois

20/03/2015 00:02 - Modificado em 19/03/2015 21:24

violação2Manuel, mais conhecido por Manu Rép, residente na zona de Chã de Alecrim, está a ser acusado de diferentes crimes; violação sexual, burla e roubo. Há vários anos que o indivíduo tem vindo a abusar sexualmente de várias mulheres e nunca foi condenado.

O Tribunal de São Vicente procedeu, nesta quarta-feira, ao julgamento de Manuel, conhecido por Manu Rép, suspeito de ter violado várias mulheres na ilha de São Vicente. O arguido está a ser condenado pela prática de crime de violação sexual, burla e roubo, crimes que remontam a 2003, 2004 e 2005.

Desde 2003 que o indivíduo Manu Rép tem vindo a violar várias mulheres na ilha de São Vicente. Entre as vítimas de Manu Rép, quatro estiveram presentes no Tribunal para o julgamento.

As mulheres presentes no Tribunal encontravam-se indignadas devido à morosidade da justiça. Uma das vítimas, agora com 27 anos, conta que o caso aconteceu quando ela tinha 16 anos e que nem se lembrava do caso ou pelo menos não gostaria de se recordar de novo do que se passou há 11 anos.

Para a vítima, a justiça deveria ser feita na altura do acontecimento porque muitas mulheres foram vítimas de Manu Rép. Ainda que por medo algumas não chegaram a denunciar o indivíduo, “justiça deve ser feita”.

Uma outra vítima conta indignada o que se passou quando saía das aulas na Escola Técnica. Segundo a vítima, Manu Rép montou uma estratégia para enganar as mulheres. Ao encontrar as mulheres no caminho, este simulava uma conversa ou brincadeira, segurava a mão da mulher e ia levando-a na conversa até encontrar um beco onde, à força e sem o consentimento das vítimas, levava-as para um casa em construção nas proximidades da Escola Técnica e tentava consumar o acto.

A entrevistada diz que o agressor não conseguiu consumar o acto porque usou de estratégia para fugir. Para a mesma, a justiça em Cabo Verde é morosa e traz consequências drásticas para a sociedade que muitas vezes pensa em fazer justiça de outras formas. A mesma diz ter na sua posse uma lista enorme de mulheres vítimas de Manu Rép: “é inconcebível que a justiça não tenha agido a tempo”.

As testemunhas dizem temer que o arguido venha a ficar sem qualquer punição, “depois de fazer várias vítimas e de ter passado vários anos, os processos resultados de várias denúncias podem vir a prescrever”.

Durante o julgamento que decorreu à porta fechada, o homem negou a prática do crime alegando que mantinha “casos com as mulheres” e, em troca, pagavam-lhe 500 escudos. O homem “fazia-se passar por alguém que pretendia levar uma conversa em jeito de brincadeira e conseguir uma amizade”.

Pelo menos 15 mulheres, pela primeira vez ou por reincidência, denunciaram terem sido vítimas de assédio sexual ou violação por parte de Manu Rép, residente na zona de Chã de Alecrim. O mesmo tem várias passagens pela Polícia por crime de burla, roubo e agressão sexual.

  1. Odivandro

    Parabéns noticias do Norte pa primera vez bsot te dze quem k é Arguido na um caso de violação, el te li clor pa quem kiser alê (MANÚ RÉP). Porque so agora? porque k na kex ot noticia de mesmo tipo bsot ca te dze kem k é agressor, violador o assassin? sera k lei ca te permiti bsot o tem ot esplicação? Axo k se fosse lei Manu Rép ca tava ser mencionod li.
    PS: Mi ne contra exposição de Manu ok, um tava gosta pa tud ex ser expost sima manu foi agora e se possivel com fotos.

  2. Celeste Vieira

    Se na verdade as vitimas apresentaram queixas por varios vezes e em nenhuma das vezes o criminoso Manu Rép nao foi apresentado ao Tribumal e se o Tribunal nao agiu como devia agir, isto é atenpadamente, dada a gravidade dos crimes há duas hipóteses:
    – Manu Rép tinha a proteção da Policia ou tinha a proteção do Tribunal.
    Cabe ao Ministerio Publico abrir um inquérito para apurar a veracidade dos factos e quem eventualmente protegeu e deu cobertura durante todo este tempo ao criminoso Manu Rép

  3. BAIUL

    MANU JA TEM ONE TA COMETE DELINQUENCIA NA SV TA ROBA TA BURLA ESSE DE VIOLACAO NUNCA UM TINHA UVIDE MAS DELE PODE- SE ESPERAR TUDO

  4. tania

    Um t lembra perfeitament, uns on atraz cont manu mexe na um filhinha dseu k det d pok meses, isso bai ate pa televisao! Nunca justica faze nada

  5. mnininha d sv

    alguem li ta lembra d um noticia k sai na telejornal ja ha uns 10 aone atraz k ele era suspeito de viola se filha um bebe d uns meses e k na reportagem ele dze k foi so uns deda…mi nunca um gosta dele e dps d kel noticia um fca k nojo dele

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.