Navio de pesca Do Alto Sani: Oito dias no alto mar aguardando por resgate

10/03/2015 07:59 - Modificado em 10/03/2015 07:59
| Comentários fechados em Navio de pesca Do Alto Sani: Oito dias no alto mar aguardando por resgate

navio de pesscaOs tripulantes do navio de pesca Do Alto Sani, mostram-se indignados com os serviços da Capitania dos Portos, pois estiveram oito dias aguardando resgate, enfrentando a força do mar, na sequência de uma avaria sofrida no alto mar.

De acordo com os tripulantes do navio de pesca Do Alto Sani que saiu da ilha de São Vicente no passado dia 27 de Fevereiro em direcção à Mauritânia, durante a viagem o navio sofreu uma avaria considerada muito grave e de grandes proporções, tendo a bordo oito tripulantes. Segundo conta um dos tripulantes, solicitaram o apoio de resgate à Capitania dos Portos, mas só foram atendidos após oito dias no alto mar enfrentando a força do mar.

Miguel Fortes, motorista do navio diz que enfrentaram o perigo e temiam pela própria vida uma vez que o mar se encontrava revolto. O entrevistado não entende a demora no atendimento à embarcação uma vez que as autoridades marítimas foram contactadas atempadamente. O mesmo considera que foi uma falta de respeito para com a vida humana e questiona a razão da demora no atendimento, pois estiveram oito dias à deriva aguardando resgate e solicitando apoio de um rebocador e não foram atendidos atempadamente, uma vez que existem rebocadores.

O motorista explica que o navio afastou-se 110 milhas, sendo cada milha equivalente a 1852 metros, uma média de mais de uma milha por hora. Quando foram resgatados pelo rebocador Monte Cara, já se encontravam a “quarenta e poucas milhas” da ponta do leste da ilha de São Nicolau, 64 milhas afastados de São Vicente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.