UCID exige “política coerente e consiste no sector das pescas”

6/03/2015 07:56 - Modificado em 6/03/2015 07:56

DCIM102MEDIAPara a UCID os últimos acontecimentos envolvendo as autoridades cabo-verdianas relacionadas com a pesca e o África Pesca, associado a um armador norte-americano, veio mostrar “a falta de políticas coerente e consistentes e coloca em cheque face a potências investidores estrangeiros” no sector. E diz que nota-se uma confusão muito grande não sabendo quem é quem e o que deve ser feito no processo de concessão de licenças.

Para António Monteiro, presidente da UCID, uma política coerente e consistente teria dado a qualquer investidor de forma clara da real situação. E exige uma posição do governo nesta situação.

Para a UCID existe uma necessidade de fazer estudos mais apurados para saber o potencial de pesca em Cabo Verde. Diz que há discrepâncias nos dados que dão conta de uma diminuição no potencial estando agora a volta das três mil toneladas. Mas diz que a empresa estaria na possibilidade de junto com as autoridades de fazer uma pesca exploratória em profundezas onde os pescados actuais por falta de meios não tem conseguido realizar.

  1. mpd.

    Burrice ca tem cura mesmo sr Antonio, sinceramente o sr não entende nada de pesca e ainda por cima foi ouvir os corruptos da UNICV, a sra mara abyraya é prima do sr paulo aburaya estão metidos nisso ate a cabeça. e depois quem faz avaliação de stock é o INDP e não a unicv

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.