Conta da luz e da água mais barata a partir de 22 de Março

6/03/2015 07:53 - Modificado em 6/03/2015 07:53

sem_agua_e_sem_luzO Presidente da Agência de Regulação Económica (ARE) anuncia que a partir de 22 de Março as tarifas da electricidade e da água vão baixar.

O Presidente do Conselho de Administração da ARE, Renato Lima, disse à RCV que as percentagens correspondentes à diminuição das tarifas da electricidade e da água devem oscilar entre 10% a 30%. Porém, Renato Lima assegura que “estamos a analisar dados importantes, designadamente a performance da empresa e depois faremos um anúncio com toda a segurança sobre o valor da redução”. Isto porque no sector eléctrico há que ter em conta diversos factores como a evolução dos investimentos e dos consumos específicos que originam a ponderação por parte da ARE no anúncio da percentagem da redução da tarifa.

O Presidente do Conselho de Administração da ARE acrescenta que o novo tarifário deverá vigorar durante cinco anos, mas Renato Lima avança que “este tarifário está sujeito a reajustes periódicos devido a oscilações do preço do combustível, ou seja, a factores considerados relevantes”.

  1. cidadão

    As tarifas de agua e luz deveriam baixar sempre que houvesse descida nos combustíveis, ou seja isso já deveria estar a acontecer.
    Porque só agora resolveram baixar as tarifas?

  2. Cid

    Eu gostaria tambem de perguntar ao Sr. Renato Lima pq não baixar os preços dos transportes publicos, mas propriamente os preços dos bilhetes dos autocarros, taxis, pq toda as vezes que sobem o preço dos combustiveis o Sr. Gonzaga do Transcor sobe logo os tarifarios e os passes, eu acho com a descida do mesmo devia suceder o mesmo.

  3. Carlos Silva - Ralao

    Em Cabo Verde ha muita propaganda enganosa em todos os sentidos e em varios setores do estado e privados. Interessante e’ que nao vejo toda essa acao da ARE sobre a Cabo Verde Telecom e Unitel T+, que devido as tarifas absurdas em quase todos servicos prestados, impedem o desenvolvimento de Cabo Verde e o acesso a maioria da populacao a bens tecnologicos., que hoje em dia ja sao produtos de necessidade e nao de luxo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.