Salamansa: População quer o Centro de Saúde a funcionar à noite

2/03/2015 07:32 - Modificado em 2/03/2015 07:32
| Comentários fechados em Salamansa: População quer o Centro de Saúde a funcionar à noite

SalamansaA população da aldeia piscatória da zona de Salamansa apela às autoridades de Saúde para manterem o funcionamento do Centro de Saúde no período nocturno. Esta exigência é feita porque os moradores afirmam que se têm perdido muitas vidas devido ao atraso no socorro das vítimas, porque o centro não funciona no período nocturno.

A aldeia piscatória de Salamansa fica situada no Nordeste da ilha de São Vicente, a uma distância de cerca de 17 km da cidade do Mindelo e tem cerca de 1200 habitantes.

A população desta aldeia acredita que se o Centro de Saúde da zona funcionasse durante o período nocturno, no sentido de prestar os primeiros socorros aos doentes, as perdas de vidas seriam menores.

Para Pedro, residente em Salamansa, o pedido da população é muito antigo e nunca foi atendido. “Várias pessoas já morreram na zona por falta de atendimento atempado. Se o centro funcionasse à noite, isso permitiria o atendimento em menor tempo possível pelo que a população estaria melhor servida e seria possível salvar muitas vidas”.

Já uma outra entrevistada que não quis ser identificada, afirma que o Centro não dispõe de muitas condições e, muitas vezes, não dispõe de medicamentos de primeiros socorros. A entrevistada acrescenta que “qualquer pessoa que sentir uma dor de cabeça, se não tiver condições financeiras para se deslocar à cidade, ainda que o tempo o permitir, pode morrer sem receber os primeiros cuidados médicos”.

Citando os nomes das pessoas que faleceram por não encontrarem apoio médico, Ana diz que é uma necessidade urgente a de pôr o centro a funcionar no período nocturno, uma vez que o tempo de deslocação à cidade pode custar a vida a uma pessoa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.