Passageiros exigem “Guia do passageiro” afixado nas salas de embarque

27/02/2015 08:03 - Modificado em 27/02/2015 08:03
| Comentários fechados em Passageiros exigem “Guia do passageiro” afixado nas salas de embarque

barcosbarcoOs passageiros que utilizam o Cais do Porto Grande do Mindelo exigem que seja criado e afixado na sala de embarque um “Guia do Passageiro”, para estarem informados e conscientes dos seus direito e deveres enquanto passageiros.

Numa ronda feita no Cais do Porto Grande para saber se os passageiros conhecem os seus direitos e deveres enquanto passageiros, os mesmo não demonstraram conhecimento sobre a matéria e acreditam que a criação de um Guia do passageiro seria uma mais-valia para os passageiros e para as companhias.

Para Carla Almeida que diz viajar frequentemente por negócio, as companhias deveriam dar a conhecer os direitos e deveres dos passageiros e também as suas responsabilidades para com o passageiro que procura os seus serviços. “Uma vez que prestam um serviço ao consumidor, estas deveriam informar os clientes, por isso, a meu ver, deveriam afixar na sala de embarque, uma cartilha contendo os direitos e deveres dos clientes”.

Já Marcelino Correia entende que a criação da cartilha dos passageiros deveria ser da competência da AMP que regula a actividade marítima. O mesmo considera a questão pertinente, “mas que não interessa às companhias porque ficam a ganhar com a ignorância dos passageiros”.

Itaulindo Gonçalves partilha da mesma opinião e diz que os passageiros em Cabo Verde, muitas vezes estão inocentes quanto aos seus direitos, frequentemente porque não procuram saber, limitando-se apenas a satisfazer a necessidade de viajar sem se preocuparem com os perigos ou conhecerem os próprios direitos e/ou deveres. O mesmo reconhece que os perigos estão em todo lado e que as máquinas não são de confiança: a qualquer momento pode acontecer um acidente, à semelhança do naufrágio do navio Vicente e ninguém sabe como e onde recorrer.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.