Greve dos professores: guerra de números

26/02/2015 08:04 - Modificado em 26/02/2015 08:04

fernanda_marques_ministra_desporto_caboverde_800A Ministra da Educação, Fernanda Marques, afirmou na sessão do Parlamento que o seu Ministério está a acompanhar a greve dos professores em todo o país. E diz que segundo os dados recolhidos, o primeiro dia de greve a nível nacional contou com a adesão de 44 por cento dos professores.

Percentagem que não agradou à FECAP e ao SINDEP que sublinham que a Ministra faltou com a verdade. João Cardoso, da FECAP, já está acostumado com os cálculos da Ministra e afirma que a luta vai continuar. “Se a ministra continuar a teimar em tentar ludibriar os resultados, temos a dizer que da próxima vez vai ser muito mais. E estes milhares de pais e encarregados que não puderam estar connosco, vão estar na manifestação que se realizará em breve”. Isto segundo declarações feitas à RCV.

O SINDEP veio a público afirmar que a adesão rondou os noventa por cento a nível nacional.

  1. verdade

    em qualquer greve, o patronato diminui os números e os sindicatos aumenta-os.

  2. mateus

    essa ministra é motivo de troça na sociedade.infelizmente apenas lamentamos os comentários proferidos por essa senhora na comunicação social.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.