O nome do cabo-verdiano com $ 2 milhões de dólares no HBSC não vai ser revelado

23/02/2015 08:06 - Modificado em 23/02/2015 08:06

dolaresFim da especulação: o nome do cabo-verdiano com um depósito de $ 2 milhões de dólares, cerca de 180 mil contos, no banco HBSC não vai ser conhecido. Isto porque a divulgação feita pelo ICIJ no Projecto ‘Swissleaks’ não indicou o nome nem tão pouco a data em que foi feito o depósito. E não existe nenhum indício que o nome venha a ser revelado, isto porque “o consórcio de jornalistas afirma que não pretende sugerir ou presumir que quaisquer pessoas, empresas ou entidades mencionadas nos dados da informação revelada tenham violado a lei ou tenham tido outro tipo de conduta imprópria“.

A investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) sobre um alegado esquema de evasão fiscal no ramo suíço do banco britânico HSBC limitou-se a registar um cliente de Cabo Verde com dois milhões de dólares numa conta bancária. Em Cabo-Verde, longe do rigor da investigação conduzida pela ICIJ, muitos especularam sobre a origem dos $ 2 milhões de dólares. O assunto foi o prato quente nas redes sociais. Mas o certo é que os documentos divulgados pelo Projecto ‘Swissleaks’ não dão nenhuma pista sobre o nome do titular e muito menos se a origem do dinheiro é ilícita. Apenas se fica a saber que há mais um cabo-verdiano multimilionário.

Projecto ‘Swissleaks’ – O projecto ‘Swissleaks’ é baseado numa investigação feita por 86 jornalistas do mundo inteiro, coordenados pelo ICIJ, que analisaram quase 60 mil ficheiros com os detalhes de mais de 100.000 clientes de 203 países e das suas contas bancárias no HSBC, tendo como base as revelações do informático franco-italiano Hervé Falciani.

 

  1. HL

    Aposto q é de Carlos Veiga…

  2. Eduardo Oliveira

    Nem vale a pena especular. Deduzem entre os que enriqueceram depressa e de forma duvidosa. Até aqui ninguém abriu a boca mas toda a gente sabe quanto custa viver o dia a dia com o que se ganha e quão impossivel é amealhar dinheiro honesto na nossa terra.
    E se isso (os ricos) abunda e vai continuar é porque somos todos egoistas e/ou cobardes. De onde vieram os dinheiros das mansões e dos hoteis, etc. ?
    Tinhamos medo da policia do partido e agora temos medo da nossa prôpria sombra.

  3. Cânida Leite

    .Deixem o Carlos tranquilo porque na matéria ele é raia miuda. Não que eu morro de amores por ele para o defender. Ê que ele ainda não tem o que muitos têm guardado e em hoteis e demais empreendimentos.
    Mas… ninguém dà o bico porque são acagaçados e fogem dos thug’s quando não se calam para não perderem o tacho.

  4. Eu sei

    É de São Vicente……..

  5. sta claro!
    Desorganização administrativa foi e é organizado para facilitar essa caminhada “roubo ou desvio”, conforme o nome técnico que queira chamar, fazem os outros viverem em extrema miséria, serviços administrativos está uma lástima, fazem com que quem tem conhecimento ficarem todos no canto das prateleiras, colocam quem não tem minimas conhecimento no cargo para poderem estender nas suas malandrices, sem vergonha, sem escrúpulo, isto é desencarradamente. O homem perdeu a carácter.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.