Mindelenses querem votar no Carnaval 2016 para escolher os vencedores

19/02/2015 07:28 - Modificado em 19/02/2015 07:28

público presente  (1)A população mindelense também quer participar na escolha dos prémios no Carnaval 2016. Com o avanço das tecnologias, o público de São Vicente considera que já está na hora de participar na votação.

Os mindelenses não querem ficar apenas como espectadores do Carnaval e apelam ao direito de voto. O público exige a criação de um meio tecnológico que permita demonstrar também a opinião da população.

Apesar do reconhecimento do grande trabalho tido pelo Júri do Carnaval 2015, os entrevistados pelo NN acreditam que já está na hora de desfrutar dos meios tecnológicos para permitir o direito de voto ao público no Carnaval.

Sandra Cardoso acredita que o Carnaval do Mindelo desenvolveu-se bastante e com várias décadas de experiência, o público deveria ter um papel mais activo no Carnaval. O voto do público acabaria com muitas injustiças e facilitaria também o trabalho do júri, reduzindo os rumores e deixando mais orgulhosos os grupos participantes.

André Lopes considera que “o povo mindelense sempre teve o Carnaval no sangue e que vibra com força na festa do Rei Momo, por isso, acho que poderia também participar na escolha do melhor Grupo”.

Com tantos meios tecnológicos disponíveis, ainda não é possível participar na votação dos grupos que participam no Carnaval, “o público é um elemento importante no Carnaval e está a ser esquecido pelas autoridades e organizadores da festa”.

Quem partilha da mesma opinião é o homem com 30 anos de experiência do Carnaval, Arlindo Conceição. O mesmo exige que no próximo Carnaval 2016, o público possa votar na escolha dos prémios do Carnaval tendo em conta que o Carnaval não se faz sem o público.

Como é natural, embora o resultado do Carnaval 2015 não tenha agradado a todos, o público considera que o Carnaval 2015 foi um dos melhores, com muita criatividade mas que é preciso investir muito mais.

  1. armand pinher

    nao faz nenhum sentido, essa de votar com o coração, é claro que nao vou querer que o grupo do meu bairro perca esteja ele bem ou mal por isso deve haver um juri competente que entenda de carnaval de arte que tenha noção das coisas e acima de tudo tenha bom gosto. acho que o juri tem que conhecer com antecedencia as musicas saber qual o tema do enrredo de cada grupo. caso o povo votasse Monte sossego ganhava sempre. esqueçam e além do mais o povo faz sempre más escolhas pq tem mau gosto.

  2. Acho isso impossível, nem todas as pessoas têm acesso aos meios tecnológicos, o Carnaval é uma festa popular e não uma festa de recinto fechado, para além do mais esse tipo de votação quem sairá a ganhar são as zonas com maior densidade populacional, portanto vai trazer mais problemas para o nosso Carnaval e assim quem ficará a perder é S.Vicente e o seu Maravilhoso Carnaval. Acho que o modelo que nós temos é unico e satisfaz. Não inventemos coisas e depois repender.

  3. Nunca

    Nunca isto pode acontecer! Nunca! Agora sim iriamos ter grupos a ganharem o carnaval só por ser das zonas mais populosas de São Vicente! Já nas redes socias viu-se manisfestações parciais, sem bom senso, só porque as suas respectivas zonas não sairam vencedoras!! Seria um erro gravissimo!!!!

  4. matilde

    nem pensar votar não tem que ser juri competentes com formaçao em artes, aquele que tem brilho cor criatividade

  5. matilde

    nem pensar votar não tem que ser juri competentes com formaçao em artes, aquele que tem brilho cor criatividade que deve ser vencedor

  6. CidadaoCV

    Pois é … Há opiniões contra e a favor da Votação Popular. É claro que a avaliação do Júri continuaria a ser a mais relevante. Passaria a haver uma quota percentual (10, 15 …20%?) ou um valor pontual (50, 70 … 100 pontos?) destinada a votação popular. O nº de votos de cada grupo seria convertido em pontos adicionais. Quanto a questão Zona, não acho que vá determinar necessariamente o sentido do voto. Quem vai ver o desfile na morada, ou assista-o pela TV, com certeza estará com espírito crítico, independentemente da questão zona. Outra coisa, os grupos não são restritos ás zonas. Os Grupos MS, VO, FM, …. CN,… têm gente de todas as zonas. E para que as coisas ficassem ainda mais claras, os critérios de avaliação, e a avaliação dos grupos deveriam ser publicadas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.