Greve na PJ: Delegação do Mindelo com 100 % de adesão

11/02/2015 15:25 - Modificado em 11/02/2015 15:25

DCIM102MEDIAOs profissionais da Polícia Judiciária entraram em greve. Na Delegação de São Vicente os funcionários vestidos de preto ficaram à porta do edifício onde colocaram uma tarjeta dizendo “estamos em greve”. E em baixo a frase “exigimos um estatuto à medida do nosso desempenho e pela dignificação da PJ”.

Como avança Bruno Bila, líder sindical, a adesão foi a cem por cento, garantindo apenas os serviços mínimos que são exigidos por lei. Explica que a adesão da Delegação de São Vicente prende-se com o facto de a PJ ser apenas uma única instituição, e todos lutam “por um mesmo objectivo que é a melhoria da nossa condição salarial, as condições de trabalho, as promoções entre outros”.

Bruno Bila defende que todo o homem que trabalha tem a ideia de ser remunerado a altura do seu desempenho, mas no seu entender e”as remunerações não condizem com o trabalho que temos feito”. O líder sindical diz que os agentes da PJ tem demonstrado “todo o empenho no seu trabalho, esforçando-se dentro das suas capacidades para prestar um serviço a altura”. Mas com as condições actuais de trabalho acabam por influenciar na capacidade e no desempenho destes profissionais.

“Esperamos que o governo reconheça os nossos direitos e as nossas reivindicações para o bem da população de Cabo Verde. Trabalhamos para satisfação dos utentes. Mas também queremos melhores condições para trabalhar e queremos ser dignificados pela função que desempenhamos”, afirma Bruno Bila.

  1. adilson

    A pj esta em greve , eles querem ter compensacao pelo trabalho , querem ter um bom salario ,mas no que toca a investigacao de varios crimes em cv eles nao vale nem uma bosta ,,,, tantos assassinatos para descobrir em sao vicente nada eles conseguem fazer , tantos crimes simples de investigar para chegar aos autores dos crimes sem socessos , que tipo de judiciaria temos em cabo verde ? e ainda querem ter direitos ? eles andam la so a ganhar dinheiro sem quaze apresentar trabalho …

  2. roxana aguilera

    sem o PM nao gosta de reclamo ,pois fique sabendo que o dinhero que nega aos PJ e Professores estan sendo entregues a selectas pessoas do ministerio da saude .Entao de que nao gosta realmente da greve o da imoralidade que esbaja a orçamenta PUBLICA

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.