“Príncipe das Marés”: Juiz condena Bonifácio a oito anos de prisão

10/02/2015 01:11 - Modificado em 10/02/2015 01:11

prisão9O 2º Juiz Crime de São Vicente procedeu à leitura da sentença de Bonifácio Rocha, acusado de ter assassinado à facada um cidadão marroquino na embarcação de pesca ‘Príncipe das Marés’, em Outubro de 2013. O arguido viu a pena atenuada devendo cumprir uma pena de prisão de 8 anos e sete meses, isto devido à imputabilidade diminuída considerada pelos peritos que entenderam que na altura do crime o arguido padecia de uma “psicose”.

Bonifácio Rocha estava a ser acusado da prática de crime de homicídio e de ofensa à integridade física. Em Outubro de 2013, o arguido de 45 anos, natural da ilha de São Vicente, assassinou com uma facada no lado direito do peito atingindo o pulmão, o seu colega, um cidadão marroquino, Noureddine Naciri, e feriu outros dois colegas a bordo do barco de pesca português “Príncipe das Marés”.

Alegando que o comportamento ocorreu por razões psíquicas e que estava a ter alucinações em que estava a ser atacado por outras pessoas, o mesmo agiu em própria defesa. Uma vez que o arguido alegou não estar em perfeitas condições psíquicas, foi solicitado um exame de sanidade mental para determinar suspeitas de imputabilidade que resultaram na conclusão que o arguido padecia de uma “psicose”, sofria de alucinações, delírios, agitação associada ao consumo excessivo de álcool.

De acordo com o Juiz, o arguido não agiu no seu estado normal, não teve discernimento dos seus actos. Embora não tenha sido possível apurar o grau de consciência do arguido no acto do crime.

Devido às condições psicológicas do arguido e das análises realizados pelos peritos que consideraram a “imputabilidade diminuída” por parte do arguido, o Juiz entendeu atenuar a pena do arguido que respondia pelos crimes de homicídio e de ofensa à integridade física.

Em razão da sua imputabilidade, Bonifácio Rocha foi condenado a uma pena de 8 anos e sete meses pelo crime de homicídio, três meses pelo crime de ofensa à integridade física e obrigado a pagar uma indemnização de 2500 contos aos familiares da vítima.

Bonifácio Rocha deverá ser submetido a tratamento.

O arguido incorria numa pena entre os 10 e os 15 anos de prisão, por crime de homicídio simples.

 

  1. Alcindo Mamado

    Devido a imputabilidade foi-lhe reduzida a pena??????????????????????

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.