Navio Mar d´Canal impedido de viajar

6/02/2015 07:56 - Modificado em 6/02/2015 07:56

armasDurante uma fiscalização, o navio Mar d’Canal foi impedido de viajar depois de tudo estar pronto para seguir viagem para Santo Antão. Os motivos recaem sobre a falta de documentação que o navio não tinha na altura da realização da vistoria.

Segundo noticiou a RTC, os passageiros do navio Mar d’Canal não realizaram a viagem programada na última quarta-feira, tendo ficado em terra e indignados.

O navio foi impedido de realizar a viagem porque não tinha os documentos em dia. A não realização da viagem depois de tudo estar preparado e de todos os passageiros estarem na sala de embarque durante várias horas sem que fossem informados, fez com que estes ficassem indignados.

Paulo Pedro, um dos passageiros, diz ter ficado bloqueado depois de receber a informação de que o navio não iria sair, uma vez que o seu carro já se encontrava no navio para efectuar a viagem. Segundo os passageiros, houve informações diferentes para dizerem que o navio não iria prosseguir viagem, deixando os passageiros indignados.

Para um dos passageiros, a situação foi uma falta de respeito, uma vez que os passageiros ficaram à espera durante muito tempo e a companhia não os informou e nem pediu desculpas.

De acordo com o Capitão dos Portos, António Monteiro, a tripulação não se encontrava em conformidade com a lei de modo que tiveram de intervir para fazer com que a lei fosse cumprida e depois da questão ter sido sanada, o navio deveria seguir viagem.

Para o Capitão, trata-se de uma situação grave, pois o navio não estava inscrito na lista, embora já estivesse a desempenhar as funções e promete agir em conformidade com a lei, pelo que deverá tomar as devidas medidas.

Depois de estar reposta a legalização, os passageiros do navio Mar d’Canal puderam viajar nesta quinta-feira.

Todos os navios que navegam nos mares de Cabo Verde estão a ser submetidos a fiscalização. Ou seja depois da casa roubada trancas na porta.

  1. navio

    Depois da tragedia, as instituições ligadas ao mar tem feito os seus trabalhos como deveriam ser feito desde a muito tempo. esperam que algo de pior acontece para depois tomar medidas. Sinceramente.

  2. José Rodrigues

    Nunca é tarde para se acordar em determinados assuntos. Neste(s) caso, o transporte marítimo, o sono foi longo e, prejudicial. Quantos desastres não poderiam ter sido evitados se o sono das autoridades ligadas ao sector não tivesse sido tão profundo? A ver, vamos. Mais vale jogar na prevenção, do que remediar o irremediável. A ver, vamos.

  3. J. Monte

    So e cedo pelas autoridades maritimas para recorrer lei e fiscalizar quando houver sinistro, claro o armador teria porque o dinheiro das passagens ja estava no papao alis nos seus bolsos e os coitados que se lixam vao dormer nos botes nas praia de mar uma cambada de macacagem.hen

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.