Posse de 90,4 gramas de “padjinha” dá três anos de prisão

3/02/2015 07:39 - Modificado em 3/02/2015 07:39
| Comentários fechados em Posse de 90,4 gramas de “padjinha” dá três anos de prisão

cannabisO 2º Juiz Crime de São Vicente condenou um indivíduo a três anos de prisão pela prática de crime de tráfico de estupefacientes. O arguido foi condenado diversas vezes pelo mesmo crime e encontra-se em prisão preventiva desde o passado mês de Maio.

Em Maio de 2014, um cidadão de 43 anos, residente na zona de Cavoco Vermelho, Monte Sossego, foi surpreendido pela PJ com a boca na botija, enquanto tirava de uma janela um saco com cinco “cotchada” de ervas.

A detenção do arguido foi feita na sequência de uma denúncia. Embora o arguido tenha negado a prática do crime, os agentes da PJ que realizaram a apreensão confirmaram o facto que o arguido praticava uma actividade de venda de droga na zona.

Segundo os autos da peça, ficou provado que o arguido foi encontrado na posse de cerca de 90,4 gramas de “padjinha”, tendo sido ainda encontrados na varanda da mesma residência mais três tacos de “canabis”, mas não ficou provado que pertencia ao arguido.

O arguido respondeu a diferentes processos crimes pelo mesmo facto, mas continua a reiterar o mesmo comportamento. “Por razões de prevenção especial”, o Juiz entendeu aplicar ao arguido uma pena de três anos, uma vez que considerou que o mesmo tem vindo a desenvolver a actividade desde longa data, mesmo tendo consciência das consequência e dos males causados à sociedade e aos familiares.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.