Homicídio em Achada Santo António: Sobrinho suspeito de ter esfaqueado a tia até à morte

2/02/2015 08:05 - Modificado em 2/02/2015 08:05

FACAA PJ suspeita que o homicida da enfermeira Maria Rosa seja o próprio sobrinho, crime que abalou a comunidade de Achada Santo António na Cidade da Praia.

 

O responsável pela morte da enfermeira de 73 anos encontrada sem vida em Achada Santo António continua a monte, mas a PJ suspeita que seja o próprio sobrinho.

Maria Rosa, de 73 anos, era conhecida por Dona Lôlo e encontrava-se sozinha no momento do crime. O corpo de Dona Lôlo foi encontrado ensanguentado na noite deste sábado, 31 de Janeiro.

A enfermeira aposentada foi encontrada sem vida dentro da sua residência em Achada Santo António, cidade da Praia pelo próprio marido. A vítima apresentava vários golpes no pescoço provocados por uma arma branca.

O sobrinho de Dona Lôlo continua a monte, o que levanta suspeitas contra o mesmo.

O caso está sob a alçada da Polícia Judiciária mas, até agora, o responsável pelo assassinato de Maria Rosa Fernandes não tem um nome. Ainda não se sabe precisar como é que os assaltantes conseguiram entrar na residência visto que não foram identificadas pegadas nem arrombamento de portas.

  1. Carontcha

    Ess Noticia ta mal escritin hein. Hora bsot ta escrevé ké sobrin k’matá, hora é assantantes. E qual dês?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.