Como se deu a fuga de Evanildo: foi levar um café ao agente e…fugiu com uma AKM

29/01/2015 07:57 - Modificado em 29/01/2015 07:57

AKMEm declarações a RCV,  o director da Cadeia de São Martinho explicou como o ex-fuzileiro Evanildo apoderou-se da metralhadora AKM e fugiu.

De acordo com António Borges,   o agente que estava de serviço  numa das guaritas pediu ao recluso , que trabalhava na cozinha, que lhe levasse um café “ele ao chegar na guarita colocou o café , deu  um empurrão ao  agente fechou a porta,  subiu e encontrou a  arma e as munições“. Depois manipulou a arma  e fugiu pulando um muro do presidio.

Borges explica que o recluso vivia no  presidio em  regime aberto. Ou seja saia da cela de manhã para  trabalhar na cozinha e voltava a noite para cela. Assim está explicada a liberdade de movimentos do ex-fuzileiro. O director da Cadeia de São Martinho confirma  que a fuga de deu “ quando o recluso ia ser recolhido “ e reconhece que houve uma falha de segurança por parte do agente prisional que pediu o café e por isso vai ser instaurado um processo disciplinar.

  1. CidadaoCV

    Epá … que falha gravíssima. Um preso considerado perigoso, numa cadeia em regime aberto, passeia de manhã a noite, trabalha na cozinha e serve cafezinhos aos guardas. Isto é que é boa vida. Tudo ao molho e fé em Deus.

  2. Credo!!!!!! Mi bsôt tcham heim, jam oiá cosa nesse terra nhas gente. Como podé acontecer uma coisa destas.

  3. e o burro sou eu

    hahaha es terra ta prop sabe diaza kes storia de da cafe ka ta mut sabe, es murro li tb deve ser piknin demas pa um cadeia, hehehe palhaçada, republica das bananas na se best

  4. José Maria Nevada

    Se bandido do nível do Ivanildo é bar-man na cadeia, os ladrões que roubaram 1 galinha, 2 patos e 7 pombos vão ser os seguranças da prisão!!! lindo, lindo, lindo!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.