Professores ameaçam com greve e congelamento de notas

28/01/2015 08:03 - Modificado em 28/01/2015 08:03

professorPara o sindicato dos professores “tudo continua na mesma e não à nenhuma novidade”. Isto depois de mais uma ronda de negociações com o Ministério da Educação. Para o sindicato, os professores estão de corpo e alma na luta até à conclusão definitiva de todos os pendentes.

E, para Fevereiro, a luta dos professores vai tomar outros contornos. “Vamos realizar uma greve em Fevereiro seguida de uma manifestação e, posteriormente, o congelamento das notas”. E isto vai acontecer se o Ministério não resolver os pendentes e também as negociações do pessoal docente.

A Ministra da Educação, Fernanda Marques, respeita a postura do sindicato mas considera que o Governo tem feito muito para resolver o problema, como a “entrada para o quadro, nomeadamente, dos professores com cinco ou mais anos de serviço, estando a trabalhar com três anos de serviço e sendo certo também que há um grande esforço a nível de classificações quer a nível dos subsídios da redução da carga horária quer a nível das progressões”, como tenta enfatizar a Ministra.

Para a Ministra, as negociações a estas rondas de negociações foram de “alta elevação de diálogo e criação de consensos e que já se está a aproximar o final das discussões do estatuto da carreira docente”.

  1. Mateus

    Lembro que em 2010 o governo prometeu um reajuste salarial não inferior a 10%. ganhou as eleições e os professores continuam a ver navios.Na década de 90 salvo erro, aumentaram o salário dos professores do E.B.I, para depois aumentar o salário dos professores do Ensino Secundário e nada. O governo está maribando na situação dos professores. No 3º Trimestre quando congelarmos as notas e colocar em causa o concurso a vagas nas Universidades aí sim, resolverão tudo.

  2. ZE MARIA

    OBA, INVENTARAM MAIS UMA PROMESSA NÃO CUMPRIDA. SEGUNDO O PROFESSOR MATEUS (BEM INTENCIONADO, PELO VISTO) O GOVERNO TERIA PROMETIDO UM AUMENTO DE 10%

  3. apoio a greve

    pois é, saem a rua que veremos duma vez por todas a força do sindep

  4. Fatima Pinto

    Acham que congelar a nota dos alunos que não tem nada a ver com essa luta é solução?

  5. Carlos Silva - Ralao

    Carissima Fatima Pinto, concordo em parte consigo de que os alunos nao têm nada a ver com esta situação, mas esta mesma está se desenrolando há vários anos. Na sua opinião como poderia ser resolvido esta situação a bem de todos, alunos, professores e o próprio ministério???????

  6. bocas

    classe DOCENTE QUE DEVIA SE CHAMAR CLASSE NOCENTE…PQ OS SINDICATOS QUE OS REPRESENTA SÃO MANIETADOS E CORROMPEM POR UM PRATO DE SOPA É SO FICAREM A SÓS COM A MINISTRA DE MED E ASSINAM QUALQUER PAPEL…E SAEM COM DIVIDENDOS….NICOLAU FURTADO DE SINDEP ESTA COM A VIDA FEITA BOM CARRO E MULHERES TD A CUSTAS DE COITADOS DOS CLASSES NOCENTES…TODAS AS CLASSES DE CV PODE RESOLVER PROBLEMAS PENDENTES….FOI COM PJ…GUARDA PRISSIONAL. COZIHEIRAS ETC… MAS ESSA CLASSE DE INTELIGENÇIA É NULA…

  7. Lidia Monteiro

    Por favor corrijam este artigo ” Tudo continua na mesma e não há nenhuma novidade”

  8. mateus

    Sra Fátima Pinto. Os professores têm um papel importante sem dúvida na formação do cidadão. Pois o professor formou formou advogados, médicos ,engenheiros e inclusive os nossos governantes. pena que estes governantes estão se”lixando” com essa classe.Respondendo a sua pergunta, digo que os alunos são o futuro do nosso país.Logo estes tem que saber “reivindicar os direitos” e a também as outras formas de luta. lembra que o seu filho pode vir a ser “injustiçado” um dia.

  9. Carlos Silva - Ralao

    Se e´ o Mateus que eu conheco e que trabalhamos juntos, falou e disse…, mas ainda aguardo uma resposta ou mesmo uma opiniao da Sra. Fatima Pinto, o propio Mateus mosrou a sua posicao referente a este assunto.

  10. José Maria Nevada

    Eu gostaria de saber quem disse ao Notícias do Norte que “Vamos realizar uma greve em Fevereiro seguida de uma manifestação e, posteriormente, o congelamento das notas”, pq se assim for, tudo já decidido, não vale a pena perder tempo com a reunião prevista pelo SINDEP com os professores, no sábado!!!
    Entretanto, prefiro não acreditar no jornalista que escreve: não à nada a fazer!, jornalista NÃO HÁ….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.