Cliente burlada há um ano por funcionário da Caixa Económica pede justiça

27/01/2015 07:51 - Modificado em 27/01/2015 07:51

Foto_caixa_economica_na_cidade[1]Madalena foi burlada em Fevereiro de 2014 por Amilton da Luz, funcionário da Caixa Económica. O funcionário aproveitou-se da confiança da “amiga” e subtraiu paulatinamente, 1700 contos da conta da cliente. Enquanto isso, para indignação da cliente, o burlão continua à solta sem qualquer decisão por parte da justiça.

 

A cliente da Caixa Económica mostra-se indignada com a situação. Volvido quase um ano, Madalena não teve qualquer resposta da justiça. A ofendida diz que a PJ que tem a investigação do caso, lhe garantiu que o processo está em andamento.

Madalena diz estar ansiosa e angustiada, porque há quase um ano que a justiça não funciona enquanto o burlão continua à solta. “O pesadelo só vai passar quando justiça for feita e o dinheiro for restituído”.

A ofendida diz não confiar nas instituições bancárias. “Não sei se o nosso dinheiro está mais seguro em casa ou no banco, uma vez que os larápios estão em todo o lado”.

De acordo com a cliente burlada, o advogado do caso não se tem pronunciado, tornando a situação mais complicada ainda, sem saber a que mais meios recorrer.

Amilton da Luz,  funcionário da CECV que foi suspenso das funções, começou a mexer na conta da “amiga” com a autorização desta que lhe deu permissão para “retirar 250 contos da sua conta”. Só que o referido indivíduo falsificou a assinatura da cliente e sacou mais 500 contos alegando que era para emprestar a um amigo que ia para tratamento fora do país e continuou a fazer saques da “conta amiga” até atingir a soma de 1700 contos.

O caso foi entregue ao Tribunal da Comarca de São Vicente desde o passado mês de Fevereiro de 2014 mas, até agora, não houve qualquer resposta.

  1. Nilza

    como este existem mts em C.V.
    Que a justiça seja feita

  2. aquisefazaquisepaga

    simples de resolver este problema. com o dinheiro que sobrou , compras um Makarov e 5 balas e mandas o dito cujo para onde nunca devia ter saída e verás como a justiça funciona e bem em Cabo Verde. Dixit!

  3. Atento

    Com um amigo deste, quem precisa de um inimigo?!

  4. EU É....

    OH Q XTORIA MAL CONTOD

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.