Setenta e nove por cento dos alunos tiveram avaliação positiva

26/07/2012 03:45 - Modificado em 26/07/2012 03:46

Nilton Silva, Subdirector Pedagógico da Escola Secundária Jorge Barbosa, considera que o ano lectivo que terminou foi “extremamente positivo”. O subdirector baseia a sua avaliação no número de alunos que ocuparam o quadro de honra e de excelência da escola. “Houve um aumento exponencial de alunos com média igual ou superior a 18 valores”, que fazem parte do quadro de excelência que atingiu o número de 40 alunos. Da mesma forma aumentou o número de alunos no quadro de honra que conta com alunos com nota igual ou superior a 16 valores.

 

Em termos de aproveitamento os dados provisórios indicam que houve 79 por cento de avaliação positiva. Dos 21 por cento foram prestar provas de recurso e 90 por cento transitaram, o que o Nilton considera “um feito positivo”. E para o próximo ano o objectivo da escola já está traçado, “chegar aos 85 porcento de aproveitamento de avaliação positiva”.

Mas, o subdirector apoia-se nas actividades realizadas ou que a escola esteve envolvida para basear a sua avaliação. A representação de São Vicente nas olimpíadas nacionais com duas medalhas, uma de ouro e outro de prata, é outro feito apontado por Nilton Silva. Esse sucesso segundo Nilton Silva consiste em premiar os alunos que se esforçam para estarem entre os melhores e numa busca constante na qualidade.

 

Próximo ano

Para o próximo ano o objectivo passa por “debelar definitivamente o abandono escolar” e “ajudar na erradicação da pobreza apostando nos recursos humanos”. Para isso o Subdirector avança dois projectos. O primeiro que consiste em criar um currículo alternativo para os alunos que perdem o ano por excesso de faltas. Em vez de ficar em casa continuam a ir para a escola e “com uma avaliação diferente e uma formação para a cidadania”. E será uma articulação entre o “saber fazer, ser e estar” onde estarão envolvidas as disciplinas de “EVT, matemática geografia, teatro e música”. Isto com o objectivo de evitar com os alunos fiquem parados sem fazer nada.

O outro consiste em erradicar a pobreza. Neste aspecto Nilton Silva adianta que a escola já conseguiu oito bolsas de estudo para alunos do 12º ano mais carenciados. “É fundamental porque a escola deve dar o seu contributo para erradicar a pobreza e investir e nos recursos humanos é a melhor forma de minimizar a pobreza”, finaliza o Subdirector.

  1. Christy Rocha

    Parabéns p alunos, pais, professores e tud funcionários!!! Vitória é de todos !!! JB, buscando sempre a qualidade. Txeu forçá e k para o ano t ser melhor ainda 🙂
    Orgulho em faze parte des grande família ESJB !!!

    OBS: teacher Vanda um adorá bosse comentário 😉

  2. Carlos Dcelgado

    Sem dúvida, Jorge Barbosa é uma das melhores escolas do país, pelo trabalho arduo e com visão que se faz aí. Força Nilton Silva.

  3. DIRCE HENRIQUES

    Ainda deve-se acrescentar a vitória conquistada hoje no Brasil por uma nossa aluna: Miriam Faria após ter conquistado uma medalha de prata nas olimpiadas de matemática em Cabo Verde , hoje nas olimpiadas da Lusofonia no Brasil conseguiu mais uma medalha de BRONZE! Parabéns a Miriam , a Matemática e a nossa escola que esteve representada a altura!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.