Execução de brasileiro na Indonésia afeta relação entre países

19/01/2015 08:15 - Modificado em 19/01/2015 08:15

dilmaA presidente brasileira Dilma Rousseff chamou o embaixador do Brasil na Indonésia, Paulo Alberto da Silveira Soares, depois de receber a confirmação da execução por fuzilamento de Marco Moreira, condenado à pena de morte por posse de droga.

Este movimento diplomático representa o descontentamento do governo brasileiro perante a decisão indonésia, mesmo depois do apelo de clemência da presidente. Dilma Rousseff admitiu que a decisão do país “afeta gravemente as relações entre” ambos os países.

Também a Holanda chamou o seu embaixador na Indonésia depois de Ang Kiem Soe, um cidadão de nacional desse país, ter sido fuzilado juntamente com Marco Moreira e outros três estrangeiros.

cm.pt

  1. CidadaoCV

    Pois é … As execuções na Indonésia estão a causar “incidentes” diplomáticos … Mas o Governo da Indonésia estaria a ir contra a Lei do seu país se concedesse clemência aos condenados. Se Lei da Indonésia prevê pena de morte para traficantes de droga, é esta a pena a ser aplicada … até outra indicação. Lei é Lei doa a que doer e política é política. Nunca nenhum país causou incidente diplomático com EUA por causa da pena de morte.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.