Ucrânia avança com tanques no aeroporto de Donetsk, sob protesto de Moscovo

19/01/2015 08:10 - Modificado em 19/01/2015 08:10
| Comentários fechados em Ucrânia avança com tanques no aeroporto de Donetsk, sob protesto de Moscovo

ucraniaO exército ucraniano revelou este domingo ter travado com carros de combate uma ofensiva dos rebeldes pró-russos no aeroporto de Donetsk, enquanto a Rússia acusa Kiev de recusar uma nova mediação do conflito.

Após dois dias de violentos confrontos, a pressão sobre as posições rebeldes ucranianas no aeroporto estava ao rubro, pelo que, sábado à noite, o exército ucraniano avançou com pelo menos 10 tanques para abrir um corredor e permitir a entrada de reforços e a retirada de feridos. O contra-ataque foi seguido de tiros que ressoaram toda a noite no centro de Donetsk, tendo-se a situação agravado ao início da manhã de hoje, de acordo com jornalistas da agência France-Presse no local.

Já este domingo, em Moscovo, o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov, tinha expressado a preocupação da Rússia pela “escalada das ações militares” nas regiões leste da Ucrânia, considerando que isso dificulta a busca de uma solução pacífica para o conflito. “Lamentavelmente, a parte ucraniana não só recusou o plano sugerido e adiantou as suas próprias propostas como iniciou novamente as ações militares”, disse o responsável russo. Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores russo assegurou que “o lado russo está pronto para usar a sua influência sobre os rebeldes”, de modo a “evitar vítimas civis”.

Mas o “aeroporto de Donetsk deve ser colocado sob controlo dos rebeldes no âmbito dos acordos de Minsk” assinados em setembro, adianta o texto, pedindo “uma cessação total das hostilidades” e “um retorno imediato à aplicação “desses acordos.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.