Emigrante quer doar ambulância com assitência para problemas cardíacos

19/01/2015 07:48 - Modificado em 19/01/2015 07:48

Alina Mello, emigrante em França, quer ajudar os serviços de emergência de São Vicente dotando-os de uma ambulância para auxiliar nas emergências de problemas cardíacos.

A motivação tem origem pessoal e, como conta, na viagem para Cabo Verde no ano passado, o seu pai teve um ataque cardíaco e ficou preocupada porque o pai não teve auxílio adequado de forma a poupar-lhe a vida. Acabou por perder o pai e, como diz, “não quer ver mais ninguém perder um ente querido desta forma”.

Como revela, está a formar uma associação na França para esse projecto e já tem contactos com as Câmaras de Paris e de São Vicente.

  1. RAC ORIGINAL

    com um ano de salarios de inocencio e outro de francisca ,ambos salario pagos pelo ministerio publico comprariase “muitas ” ambulancias ,pagarianse salarios a especialistas en intensivos ,se faltara completariamos con el de su hija y la descurriculada de apelido emprestado , ..sigo .—A fonte esta no B.O publico ,nao e’ secreto pa JMN

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.