Congressista norte-americano compara Obama a Hitler

14/01/2015 08:35 - Modificado em 14/01/2015 08:35
| Comentários fechados em Congressista norte-americano compara Obama a Hitler

obamaUm congressista republicano do Texas pediu esta terça-feira desculpa por ter escrito um ‘tweet’ criticando a ausência do Presidente norte-americano, Barack Obama, da marcha de domingo em Paris, uma atitude oposta à de Adolf Hitler, no seu tempo.

“Até Adolf Hitler pensou que era mais importante ir a Paris, por todas as más razões. Obama não foi capaz de fazê-lo pelas razões certas”, escreveu Randy Weber na rede social Twitter na segunda-feira, às 21h22, referindo-se presumivelmente à visita de avaliação feita por Hitler à Paris ocupada, em junho de 1940. Perante uma avalancha de críticas, este relativamente desconhecido membro da Câmara dos Representantes apresentou um pedido de desculpas, durante a tarde desta segunda-feira. “Devo, em primeiro lugar, apresentar as minhas desculpas a todos aqueles que se sentiram ofendidos com o meu ‘tweet'”, declarou Randy Weber em comunicado. “A minha intenção não era banalizar o Holocausto, nem comparar o Presidente a Adolf Hitler. A menção a Hitler visava representar o rosto do mal que ainda existe atualmente no mundo.

Apercebo-me agora de que a utilização de Hitler invoca dor e trauma psicológico àqueles que foram afetados pelas atrocidades do Holocausto e às vítimas do antissemitismo e do ódio”, escreveu.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.