Polícia detém 29 pessoas em orgia na Malásia

12/01/2015 11:50 - Modificado em 12/01/2015 11:50
| Comentários fechados em Polícia detém 29 pessoas em orgia na Malásia

malasiaA polícia da Malásia anunciou esta segunda-feira ter detido 29 pessoas, incluindo dois agentes policiais, numa rusga a uma festa de aniversário, que se transformou numa orgia.

 

No domingo, a polícia foi chamada a um hotel, na localidade de Klang, perto da capital malaia, na sequência de uma queixa de barulho num dos quartos. Dez mulheres e 19 homens foram detidos e drogas como heroína, ecstasy e ketamina foram apreendidas, acrescentou a polícia. “Suspeitamos de que se tratava de uma orgia”, disse o chefe da polícia de Klang norte, Mohamad Shukor Sulong. Um responsável da polícia, que pediu o anonimato, disse à agência noticiosa francesa AFP que as 29 pessoas eram de etnia malaia, pertencentes à maioria da população deste país muçulmano, e tinham idades entre os 20 e os 35 anos. “Eles trouxeram raparigas, drogas e cerveja para celebrar uma festa de aniversário”, acrescentou a mesma fonte, que participa na investigação.

As relações sexuais antes do casamento ou comportamentos licenciosos são pouco tolerados na Malásia, cuja prática religiosa islâmica é relativamente moderada, mas mantém-se conservadora em relação ao sexo. Os muçulmanos apanhados, sozinhos, num local isolado, com um membro do sexo oposto, com o qual não mantêm uma relação, incorrem numa pena de até dois anos de prisão e uma multa. Mais de metade da população da Malásia (quase 30 milhões de pessoas) é muçulmana.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.