Vulcões submersos: o abalo sísmico foi registado a 20 Km de profundidade

9/01/2015 08:00 - Modificado em 9/01/2015 08:00

A abalo sísmico que  atingiu  o nível quatro na escala de Richter fazendo tremer a terra em São Vicente e Santo Antão teve a origem no mar a  20 quilómetros de profundidade, a sudoeste de Santo Antão numa zona conhecida como Ponta de Peça.

O geólogo Bruno Faria disse  à RCV  que nas últimas semanas a actividade sísmica em Santo Antão tem vindo a aumentar.  Em  2012  o geólogo Bruno Faria tinha tido ao jornal ASemana  que “Abalos frequentes no interior e no litoral da ilha de Santo Antão têm estado a chamar a atenção do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG).

Os sismos são de baixa magnitude e não representam, por ora, nenhum risco à segurança da população da ilha das montanha “ E ontem  disse a RCV que nas ultimas semanas registou-se um “aumento  consideravel das actividades sísmicas em  Santo Antão

 

  1. geólogo de grogue

    20Km de profundidade???? kkkk. então descobriram um novo ponto mais profundo nos oceanos do planeta! até ontem eram as Fossas das Marianas (11Km de profundidade). Mais um record de Cabo Verde! jájá vamos passar os tuas com seus fetiches por recordes da treta! LOLLOLOL

  2. geólogo de grogue

    *jájá vamos passar os tugas….

  3. Evandro

    20km de profundidade não quer dizer do oceano, é em diirecção ao centro da terra

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.