Como fazer sexo na água

29/12/2014 09:55 - Modificado em 29/12/2014 09:55
| Comentários fechados em Como fazer sexo na água

Saiba os cuidados necessários para que esta prática seja realizada de uma maneira prazerosa (e segura) para os dois.

Quem nunca teve a fantasia de transar na água?

Saiba, porém, que esta prática não é tão simples quanto parece.

É preciso tomar uma série de precauções para que o ato seja realmente prazeroso (e seguro) para os dois.

As duas maiores dificuldades estão relacionados aos seguintes fatores:

1) Lubrificação: A água tira a lubrificação natural da mulher. Assim, o atrito pode ficar doloroso para ela. A solução, então, é usar algum lubrificante a base de silicone, que não é solúvel em água.

2) Preservativo: Dentro da água, as chances são maiores da camisinha escorregar do seu pênis. Além disso, o cloro diminui a sua durabilidade, fazendo com que fure mais facilmente. Lembre-se de ter alguns preservativos de reserva, então. E, para diminuir o risco de furar, o melhor é trabalhar no modo slow motion.

Sabendo isso, o que lhes resta é usar a criatividade.

No caso das piscinas, não há muito segredo. Afinal, elas têm degraus e paredes para serem usadas de apoio.

Logo, é fácil se acomodar por ali.

Em relação aos rios e lagos, no entanto, a brincadeira pode complicar um pouco. Além da falta de apoio, a correnteza pode atrapalhar o sexo. O ideal neste caso, então, é que você fique de pé fazendo a sustentação e a garota o abrace com suas pernas.

No chuveiro, a melhor posição é em pé, com ela de costas para você.

Levantá-la pode ser perigoso por dois motivos: (1) o chão molhado fica escorregadio e (2) se você não for forte o suficiente, talvez desmonte com o peso dela.

Se você tiver uma banheira à disposição, ali dá para variar bastante.

Afinal, é como uma cama, com a diferenças que está cheia de água.

Quanto ao mar, deve-se tomar um maior cuidado, principalmente por causa da areia e do sal.

Com o vai-e-vem, sua garota pode sentir um grande incômodo nas partes íntimas – e você também, não se esqueça. Portanto, o ideal é começar essa brincadeira no mar e terminar em terra.

E não se esqueça: independente de qual for a escolha, após a farra a mulher deve sempre ter um cuidado especial com sua higiene genital, para evitar que qualquer química ou sujeira na água possa lhe causar um problema mais tarde.

O que seria terrível para ela – e, consequentemente, para você.

 

elhombre.com.br

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.