Apenas para quem pode

29/12/2014 07:56 - Modificado em 29/12/2014 07:56
| Comentários fechados em Apenas para quem pode

comida_natalAs famílias carenciadas dizem ter passado o dia do Natal com a boca em jejum, porque não tiveram condições para prepararem uma refeição.

Enquanto muitas famílias tiveram oportunidade de celebrar o Natal com tudo à mesa, outras não tiveram uma refeição nesse dia.

Ao passar pela zona de Covada de Bruxa, em São Vicente, encontramos uma família de quatro pessoas, uma mãe e seus três filhos menores. Eurisanda ficou sem trabalho no mês de Agosto, trabalhava como empregada doméstica, mas a patroa teve de viajar e a mãe de três filhos ficou desempregada.

Eurisanda diz que o dia de Natal passou despercebido. Não tiveram um almoço em sua casa, como o das demais famílias porque não houve dinheiro para tal. A mãe de família conta que o Natal foi muito triste para ela, pois não teve condições para oferecer uma refeição aos seus três filhos, muito menos uma prenda. Muito entristecida, Eurisanda diz que os seus filhos foram almoçar em casa de vizinhos e amigos, “porque o Natal é apenas para quem pode”.

Eurisanda faz uma análise comparando o ano de 2013 com o de 2014, e conclui que 2014 não foi o melhor, isto porque nunca ficou desempregada e aos seus filhos, na medida do possível, nunca lhes faltou uma refeição nem uma humilde prenda, mas 2014 será um ano para esquecer. Esperançosa, Eurisanda acredita num ano novo com mais sucessos, emprego e muito melhor para todas as pessoas, sobretudo, para as famílias com menos posses.

O director-geral da SISP – Sistema Interbancário e Sistemas de Pagamento, Antão Chantre, atribui o aumento de saques e de pagamentos através das redes POS à emissão de mais cartões (cerca de sete mil). Lembra ainda que existem mais 700 lojas onde é possível fazer pagamentos através das redes POS.

Segundo os dados da SISP, desde o dia 25 de Dezembro movimentaram-se cerca de cinco milhões de contos em todo o país enquanto que muitos sofrem com a crise e nem direito a uma refeição têm.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.