Crime em Alto S. Nicolau: suspeito já tinha violado e agredido uma idosa de 79 anos

29/12/2014 07:47 - Modificado em 29/12/2014 07:47

A PJ pensa apresentar nas próximas 24 horas o suspeito ter violado e assassinado Cecília Brito de 92 anos de idade . Conforme o NN revelou em primeiro mão o individuo  é um homem de 26 anos  chamada Ademar ,morador no Alto S. Nicolau  , que esteve preso preventivamente por violar uma mulher de 79 anos em 2003 ,na mesma zona.

Só que  Ademar foi colocado em liberdade porque o   exame de sanidade mental requerido pelo Juízo Crime de São Vicente provou que ele sofria de perturbações mentais . E  por força do artigo 18º, do Código Penal,  ele foi declarado inimputável e ficou em liberdade perante a obrigatoriedade  ser sujeito a tratamento médico intensivo nos Serviços de Psiquiatria.  Parece que o tratamento não resultou e todos os indícios apontam que, desta vez ,foi para além da violação e terá cometido um crime  que se iguala aos praticados por Zezinho Catana .

Em 2013  quando Ademar assaltou a casa de uma idosa de 79 anos tendo agredido e violada a anciã o Tribunal decidiu pela sua inimputabilidade atirando por terra a investigação da PJ .  Hoje a policia cientifica sabe que um  novo exame  de sanidade mental requerido pelo advogado ou pelo juiz pode dar o mesmo resultado do  que o do ano passado. Por isso, o NN sabe   que a PJ não rem pressa ,pois quer provar  que o individuo teve momentos de lucidez quando “ perseguiu a idosa  fazendo o controlo dos seus movimentos e a hora que estaria sozinha em casa “ .Outro facto que mostra a lucidez  ,até planeamento , tem ver com a forma como entrou na casa : subiu por uma parede que deu acesso ao quintal e depois entrou dentro de casa. A agora o que se passou lá dentro , violação e esquartejamento do corpo, “ é coisa de um psicopata  na esteira de Zezinho Catana .”

O NN filmou a saída do corpo da casa para a ambulância , imagens que deixam antever o que se passou dentro da casa de mana Cecília no Alto S. Nicolau . Uma casa onde morava uma senhora de 92 anos que era querida e estimada por todos . Mas que encontrou a morte, sem saber porque .Sem  entender ,nem a sociedade como é um individuo considerado doente e não  perigoso para justiça  ficou solto  e sem controlo para matar uma inocente .Não entendemos !!!

 

  1. CidadaoCV

    E agora? … Quem é o responsável por este indivíduo estar solto? A quem imputar este horrendo crime? Se há crime, há imputáveis, não pode haver inimputáveis. É urgente começar-se a incutir o princípio de responsabilização. Esta cultura de desresponsabilização em Cabo Verde tem acabar. Os familiares desta senhora, têm todo o direito de processar a Delegacia de saúde, os Serviços de Psiquiatria, ou qualquer outra instituição com RESPONSABILIDADES nesta matéria, por este crime. Pois é … e agora?

  2. Joana

    Zezinho Catana mata e el vende carne de ser humano el foi considerado doent mental ess ot faze de ques seus el foi mandob pa fora mod el é considerod um doent mental e agora ess doente mental faze de ques seu nera so que leva morte de um inocente.E agora el ti ta bem fca em liberdade mod um simples atestado

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.