JMN: ”O próximo objectivo é a reconstrução da ilha do Fogo”

26/12/2014 08:45 - Modificado em 26/12/2014 08:45

JMNevesA erupção vulcânica que há mais de um mês causa estragos na ilha do Fogo e a seca que assola algumas ilhas marcaram a tradicional mensagem de Natal do primeiro-ministro de Cabo Verde. Na missiva, emitida esta quarta-feira, José Maria Neves lembrou que o momento é de paz e solidariedade e de levar “um abraço amigo” àqueles que precisam. “2014 foi um ano de seca e um ano de seca é sempre um desafio para todos nós”, lamentou Neves, dizendo que o Governo, juntamente com todos os cabo-verdianos, vai continuar a mobilizar “recursos necessários” para mitigar os efeitos negativos de um mau ano agrícola.

“Vamos desenvolver atividades geradoras de rendimento, vamos trabalhar todos os dias para acudir as pessoas mais carências, as que foram mais afetadas pela secasses das chuvas”, prometeu o primeiro-ministro cabo-verdiano. “Mas 2014 foi também o ano da erupção vulcânica na ilha do Fogo. Os estragos são enormes”, indicou o chefe do Governo, agradecendo as ajudas recebidas até agora e apelando a todos para continuar a solidarizar-se com os deslocados das zonas mais afetadas. “Tocou-se imensamente tudo o que estamos a fazer juntos para mitigar o sofrimento daqueles que perderam tudo na ilha do Fogo.

Tenho que agradecer também a comunidade internacional pelo gesto de amizade e de solidariedade”, sublinhou. Para José Maria Neves, o próximo objetivo é a reconstrução da ilha do Fogo. “Vamos mobilizar toda a sociedade civil foguense, ouvir quadros e especialistas nacionais e internacionais, para termos um programa abrangente que nos permita reconstruir a ilha e, particularmente, Chã das Caldeiras”, referiu. Para o próximo ano, José Maria Neves avançou que um dos grandes objetivos do Governo é continuar a mobilizar mais água, para construir novas infraestruturas agrícolas e para desenvolver agricultura, pecuária e uma indústria sustentável .

Fonte: Lusa

  1. Cidadão preocupado

    Diz-nos mas é onde estão os 250 mil contos.

  2. DN

    Ilha do Fogo ou Chã das Caldeiras? A área de Chã das Caldeiras que precisa ser reconstruído e não a Ilha no seu todo. Temos de clarificar bem as coisas.

  3. Mateus

    falou tudo o cidadao preocupado. E o que o JMN vai fazer com o aumento do IVA..financiar a campanha eleitoral em 2016

  4. Pois é

    Interessante, o governo “fana”??? os 250 mil contos e ninguém comenta nada, mas do casal que foi acusado de lavagem de capital criou-se uma onda de frustração e inveja como se cabo verde tinha sido roubado. Povo confuso, dão mais atenção a vidas particulares…………

  5. UVID IMPE

    Adilson Fortes kual 2 milhões k Nany oferece CV?Ainda bô t acredita na facebook?Agora um cosa ja bem fka claro povo de CV ja bem fronta kesse governo pq agora exe k meste bem k 13º mês agora exe tem ajuda de DEUS k pô vulcão em erupção paxe bem salva sexe cara…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.