“Mix de Mixórdias”: uma nova forma de trabalhar a lenha

12/12/2014 07:55 - Modificado em 12/12/2014 07:55
| Comentários fechados em “Mix de Mixórdias”: uma nova forma de trabalhar a lenha

DCIM100MEDIA“Mix de Mixórdias” é o nome da exposição do artesão Tony Soares que se encontra patente no Centro Nacional de Artesanato e Design, no Mindelo, inaugurada esta quarta-feira.

O expositor Tony Duarte expõe no Centro Nacional de Artesanato e Design trabalhos feitos à base de ramos de árvore. Tony Duarte considera-se um “catador” de lenha. Isto porque se define um apaixonado por este material tão simples, mas ao mesmo tempo complexo.

Realça que a exposição é uma forma de valorizar este material que é tão abundante em Cabo Verde, mas que precisava também de ter uma oportunidade para transformar o seu produto que ele chama na linguagem do nosso povo de “amchorda”, apesar de saber que muitas pessoas estranham a forma como ele trata este produto mas que, no fim de toda a transformação, torna-se em algo de belo, em algo a ser contemplado com paixão.

Diz que quando vê em Santo Antão uma mulher a carregar lenha, desperta-se nele uma paixão, pelo que estas mulheres aprenderam a valorizar a carga, explicando-lhes que como um apaixonado pela lenha, resolveu decorá-la.

A exposição é fruto de um trabalho que deriva da paixão do expositor por este material em particular e, como ele mesmo diz, “quando ando de carro e vejo na estrada um amontoado de lenha com um certo formato, independentemente onde estiver, saio do carro para cortá-la para depois ser trabalhada. As pessoas estranham e, em jeito de brincadeira, digo que o gás está caro”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.