Proposta de isenção do IVA da água: Mindelense acham que a água como bem essencial deveria ser isenta

10/12/2014 07:15 - Modificado em 10/12/2014 07:15

agua torneiraO MpD propôs ao governo a isenção do valor do IVA na água potável distribuída na rede pública. A proposta encontra-se em discussão no parlamento, mas é uma medida vista com bons olhos pela população .Pois uma das reclamações mais ouvidas pelas populações  tem a ver com valor do pagamento da água e da energia no país, que são considerado caros. E neste aspeto as pessoas entrevistadas esperam que haja um consenso e que uma isenção da taxa do IVA poderia aliviar as famílias.

Adi Gomes, morador em Espia, analisa com bons olhos esta proposta já que considera que seria de grande ajuda para as famílias. E neste aspeto considera que o valor das faturas poderiam ser mais baixos. Carmem, moradora em Fonte Inês, afirma que os valores tanto da água como de energia são altos e tem que ser mais baixos. Isto porque como considera que são bens essenciais e as pessoas tem que obtê-los sem problema. E nesta perspectiva considera que   a isenção do IVA da água seria uma boa medida.

O pretexto de a água ser um bem essencial é o comum nas respostas de alguns mindelenses para   concordarem com a proposta de isenção do IVA da água. Rodrigo Santos não vê vantagem para a população  continuar a pagar caro para os bens essenciais, como a água, e pede que se não for desta vez que seja feito algo para melhorar a situação.

  1. atento s.vicente

    MPD TEM RAZAO. UTENTES NAO PODE PAGAR A ELECTRA IVA DUAS (AGUA E LUZ ) E AINDA POR CIMA CONTADORES (PAGAMENTO DE CONTADOR TODOS OS MESES) DURANTE 20 ANOS !! SOU CLIENTE DA ELECTRA JA TEM 20 ANOS E JÁ TEM 20 ANOS QUE PAGA ALUGUER DE CONTADOR!! COMO PODE SER ISSO PÁ?

  2. Anete Vital

    Pelo amor de Deus !!!
    Na àgua o aumento da IVA devia funcionar quando as quantidades são execessivas
    Outrossim, com as dificuldades de hoje em dia, deviam diminuir a IVA nos alimentos mais consumidos pela “pobreza”.
    Disso os deputados não se lembram porque não são beneficiados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.